26 de janeiro de 2017

Kaspersky Lab: ações irresponsáveis de funcionários podem representar ameaças cibernéticas para pequenas empresas

Pequenas empresas, com até 50 funcionários, se preocupam menos com violações de segurança cibernética produzidas por atividades de funcionários do que grandes corporações.

Pequenas empresas, com até 50 funcionários, se preocupam menos com violações de segurança cibernética produzidas por atividades de funcionários do que grandes corporações. Apenas 36% das pequenas empresas se preocupam com o descuido de suas equipes, enquanto mais da metade das empresas de médio e grande porte considera isso uma questão essencial, diz o Relatório de Riscos de Segurança de TI de 2016 da Kaspersky Lab.

Equipes desinformadas ou descuidadas, na qual o uso impróprio dos recursos de TI pode colocar a proteção virtual da organização em risco, podem prejudicar empresas de qualquer tamanho. De acordo com a pesquisa, ações de funcionário estão entre os três principais desafios de segurança que fazem as empresas se sentirem vulneráveis. Mais da metade (61%) das empresas que tiveram incidentes de segurança cibernética em 2016 admitiram que o comportamento negligente e a desinformação dos funcionários contribuíram para isso.

Assim como grandes corporações, pequenas e médias empresas enfrentam o desafio de gerenciar uma infraestrutura de TI em evolução constante, além de precisarem acomodar as tendências de BYOD: 74% das empresas informaram que a quantidade de smartphones usados no trabalho aumentou nos últimos três anos, e 71% confirmaram que o mesmo se aplica aos tablets. Essa nova realidade empresarial está forçando as gerências a prestar mais atenção à segurança de TI e ao controle centralizado de atividades dos funcionários possivelmente perigosas, mesmo nas empresas menores.

“Nas pequenas empresas, onde não há uma equipe de TI dedicada, muitas vezes outros funcionários precisam implementar a segurança cibernética, por exemplo, instalando soluções antimalware com funcionalidades limitadas. Isso representa riscos importantes para a empresa, pois o descuido de um funcionário pode facilmente afetar todos os dados da organização, levando a perdas instantâneas de tempo, dados de clientes e dinheiro. As empresas devem implementar soluções criadas especificamente para empresas de pequeno e médio porte, com proteção que qualquer administrador de TI, mesmo com poucas habilidades em TI, consegue manter facilmente de qualquer local”, explica Vladimir Zapolyansky, chefe de marketing para pequenas e médias empresas da Kaspersky Lab.

Companhias podem se proteger usando diversas soluções específicas para atender aos requisitos das empresas muito pequenas, pequenas e médias, de acordo com suas necessidades. O portfólio de produtos Kaspersky Endpoint Security for Business e o Kaspersky Small Office Security fornecem proteção em vários níveis contra ameaças conhecidas e emergentes, enquanto o Kaspersky Endpoint Security Cloud, com seu console simples baseado na nuvem, fornece aos empresários e gerentes sênior não relacionados à TI uma ferramenta intuitiva e econômica para garantir a segurança cibernética sem a necessidade de hardware ou suporte de TI adicional.

Mais informações sobre a percepção das empresas em relação aos desafios da segurança de TI podem ser encontradas no relatório Percepção das empresas em relação à segurança de TI: em face dos comprometimentos inevitáveis, publicado recentemente pela Kaspersky Lab.

Articles related to Comunicados de Imprensa