Ferramenta da Kaspersky simplifica segurança para grandes empresas

29 jul 2019

A nova versão do Kaspersky Security for Virtualization Light Agent, parte do Kaspersky Hybrid Cloud Security, atende à demanda das empresas por escalabilidade e segurança em ambientes virtualizados. Ela otimiza a distribuição da proteção em grandes implementações de máquinas virtuais e simplifica a gestão da segurança em toda a infraestrutura com um novo algoritmo de seleção de Máquinas Virtuais de Segurança (SVM) e controle de acesso baseado em funções (RBAC – Role-Based Access Control), disponível agora no Kaspersky Security Center. As novidades incluem também a proteção baseada em comportamento, prevenção de invasões e exploits para sistemas operacionais (Windows) e a compatibilidade com o Kaspersky EDR em ambientes virtualizados.
O crescimento das infraestruturas de rede e sua maior complexidade criam dificuldades para os departamentos de segurança das grandes organizações. A superfície de ataque acompanha esta ampliação e exige maior atenção das equipes de TI, que precisam garantir sua proteção, inclusive os servidores virtualizados e as VDIs, mesmo quando há dezenas de milhares de máquinas. A versão atualizada do Kaspersky Hybrid Cloud Security está preparada para aplicações em grande escala, pois oferece proteção para até 100 mil servidores virtuais e VDIs sem comprometer o desempenho ou perder o controle e a visibilidade das infraestruturas virtualizadas.

Muitas vezes, a implementação e o dimensionamento de uma solução de segurança são tarefas que consomem muitos recursos, sobrecarregando a rede e exigindo o trabalho manual árduo da equipe responsável. Na nova versão do Kaspersky Security for Virtualization Light Agent, o avançado mecanismo de descoberta e seleção de Máquinas Virtuais de Segurança (SVM) possibilita a escolha mais flexível de SVMs para a instalação do agente leve, o que torna a implementação de segurança e o failover mais rápidos, além de automatizar o balanceamento de carga. Se houver necessidade de implementar uma nova SVM em hosts adicionais ou existentes, os administradores agora podem automatizar a configuração das novas Máquinas Virtuais de Segurança usando as funcionalidades de implementação do hipervisor via API.

Além disso, o controle de acesso baseado em funções (RBAC) incluído no Kaspersky Security Center agora é compatível com o Kaspersky Security for Virtualization Light Agent, agilizando o gerenciamento da segurança para virtualização, fundamental para grandes organizações com equipes e infraestruturas diversificadas. Como essa abordagem é comumente usada em grandes organizações, as permissões são atribuídas a funções específicas e não a funcionários individuais, que podem compartilhar as responsabilidades daquela função, por exemplo, para realizar tarefas específicas relacionadas à segurança.

A proteção em servidores Windows virtuais agora conta com os mesmos recursos de segurança do Kaspersky Endpoint Security for Business, como a prevenção contra exploits e a detecção de comportamento, o que possibilita a identificação e reversão de ações maliciosas sofisticadas e desconhecidas. Desta maneira, a proteção Kaspersky para infraestruturas tem funcionalidades semelhantes à solução de segurança de endpoints tradicional, mas mantém todos os benefícios de desempenho de um ‘agente leve’.

Para os clientes que já usam ou que desejam implementar tecnologias avançadas de detecção e resposta a incidentes, o Kaspersky Endpoint Detection and Response é totalmente compatível com o Kaspersky Security for Virtualization Light Agent.

A Kaspersky continua ampliando a integração do Kaspersky Hybrid Cloud Security com diversas plataformas de virtualização para permitir que seus clientes possam acessar a solução de segurança nas plataformas de virtualização que costumam usar. A partir de agora, ele oferece suporte aos hypervisors Huawei FusionSphere e Skala-R. O suporte a plataformas também foi expandido com a inclusão de tags do VMware NSX, que permitem a resposta automatizada a eventos específicos em cada VM.

“Conforme muitos analistas previram, a infraestrutura em nuvem está crescendo nas empresas, ajudando as organizações a economizar recursos e operar com mais agilidade. A nuvem é um importante capacitador de negócios, mas também uma grande dor de cabeça para os gerentes de segurança. Eles precisam manter todas as partes da infraestrutura protegidas, sem lentidões, com uma complexidade cada vez maior. As ameaças existem sempre e, se as organizações fizerem concessões em termos de segurança, haverá um risco maior de incidentes. Na Kaspersky, compreendemos isso e fornecemos gerenciamento e escalabilidade da proteção, combinada com recursos de segurança comprovados”,afirma Sergey Martsynkyan, chefe de marketing de produtos B2B da Kaspersky.

Para obter mais informações sobre a atualização do Kaspersky Security for Virtualization Light Agent, acesse a página do produto. Detalhes do Kaspersky Hybrid Cloud Security estão disponíveis aqui.