Adwares chegam às extensões do Chrome

15 mar 2019

Se já não bastasse todas as propagandas que recebemos na televisão, não pude deixar de ficar chateada quando comecei a ser bombardeada por anúncios, por qualquer motivo, em meu smartphone e tablet. Porque isso estaria acontecendo com meus dispositivos?
Recebe muitos anúncios em seu computador recentemente? Pode ser culpa das extensões maliciosas do ChromeBem, um dos motivos é certo: você terá anúncios em seu dispositivo se instalar extensões de navegador que são na verdade adware – do momento que você os instala ou um pouco depois. Um exemplo recente é a extensão extremamente popular do Google Chrome chamada Automatic 4K/HD for YouTube.

O YouTube não é a plataforma mais fácil de se utilizar. Não é surpresa, que a demanda é alta por aplicativos e extensões que facilitem o gerenciamento dos conteúdos. O Automatic 4K/HD for YouTube, por exemplo, recebeu cinco estrelas e 4,2 milhões de downloads ao permitir que os usuários selecionem a qualidade de reprodução padrão dos vídeos, prevenindo que a plataforma defina automaticamente uma qualidade inferior.

Infelizmente, em algum momento, a extensão popular optou por abandonar sua reputação e abusar de sua base de usuários os irritando com pop-ups. E de forma irônica, ainda começou a exibir anúncios (e abrir páginas automaticamente) para extensões do Chrome que bloqueiam anúncios. A extensão divulgada é o Adblocker de Chrome – NoAds, e tem mais de 6,5 milhões de downloads.
O pop-up apareceu logo depois que novos usuários instalaram o Automatic 4K/HD for YouTube, como no GIF acima. Nesse meio tempo, aqueles que já utilizavam a extensão, afirmaram que os anúncios apareciam em intervalos regulares, às vezes, a cada hora.

No momento, a extensão foi removida da Chrome Web Store, de forma que não fará novas vítimas – pelo menos, não por enquanto. É provável que essa exclusão não seja permanente, pois o atual comportamento é irritante, entretanto, não completamente malicioso –  felizmente, adware não corrompe arquivos ou rouba dados.

Malicioso ou não, não há nada bom em ter um software indesejado em seu computador. Vamos ao que deve ser feito:

  • Se você está entre os 4,2 milhões usuários que possuem a extensão instalada, a única solução é removê-la. Para instruções, clique aqui.
  • Em geral, mantenha as extensões à distância – não instale muitas. Afetam a performance computacional, porém o mais importante, representam também um vetor de ataque potencial, portanto, diminua o número e mantenha apenas as mais úteis.
  • Preste atenção as permissões requisitadas. Se uma extensão já instalada em seu computador requisitar uma permissão, tem algo de errado, portanto, pesquise um pouco para garantir que ela não foi roubada ou vendida.
  • Utilize uma solução de segurança confiável, como o Kaspersky Internet Security capaz de neutralizar extensões de navegador maliciosas, incluindo adwares.