Como quase comprei uma bicicleta (que não existia)

Dicas

Alguns países são ótimos para pedalar o ano inteiro; outros, apenas no verão – que é quando muitas pessoas começam a pensar em comprar uma magrela nova. Eu fui uma dessas. Esse post é sobre como quase paguei por uma bicicleta que não existia.

A parte mais demorada é decidir qual bicicleta comprar. Depois de ler pilhas de avaliações e comparar todos os tipos de características, finalmente encontrei a perfeita. Faltava apenas uma loja que a vendesse. Uma pesquisa levou para um site bem feito que não só vendia o modelo que queria, como também oferecia um desconto gigantesco!
Meu faro para todas as coisas relacionadas à segurança de TI sentiu cheiro de problema, mas decidi conferir mesmo assim. Quem sabe não era pura sorte?

Além do preço incrivelmente baixo, nada mais parecia suspeito. Após selecionar a bicicleta, fui direcionado para um procedimento de compra absolutamente normal.

O primeiro alerta de suspeita foi o envio internacional – gratuito? Da Austrália para a Europa? Geralmente, o frete grátis é oferecido apenas quando a empresa e o cliente estão no mesmo país, ou até na mesma cidade. E raramente é aplicável a coisas tão grandes como uma bicicleta.

Mesmo assim, decidi terminar o que havia começado. Ao selecionar um método de pagamento, foi apresentado um formulário padrão para preenchimento dos detalhes do cartão de crédito. “Tudo ainda dentro do normal”, pensei, mas resolvi fazer uma análise sobre o histórico do vendedor antes do último clique, apenas por via das dúvidas.
Coloquei o domínio da loja em um serviço de pesquisa e descobri que tinha sido registrado há apenas 6 dias. Além disso, o seu dono não era da Austrália,  e sim da China. Isso foi o suficiente para me convencer que tudo não passava de um golpe. Aquilo tinha “crime” escrito por toda a parte – um clássico golpe da Internet: cibercriminosos criam uma loja online falsa, atraem vítimas com promessas de descontos enormes e envios gratuitos, e então desaparecem com o dinheiro.

Para resumir, evitei o último clique, escapei a fraude e comprei a bicicleta em outro lugar. De qualquer forma, nem teria conseguido pagar por ela no portal, já que alguns bancos começaram a bloquear as transações do site. Ainda assim, é melhor não depender da rapidez de outra pessoa, então aqui está o que você precisa saber se estiver pensando em comprar algo na internet:

  • Antes de comprar, leia algumas avaliações sobre a loja. Se há muitas críticas negativas, não arrisque – mesmo (ou principalmente) se o desconto for interessante e não estiver disponível em nenhum outro lugar.
  • Utilize uma solução de segurança como o Kaspersky Internet Security com uma extensa base de dados de sites maliciosos e de phishing que vão protegê-lo de golpes online.