Cuide de sua privacidade online

O escândalo do site Ashley Madison atingiu o seu ápice quando hackers publicaram os dados dos usuários na darknet. Dois suicídios foram divulgados após o incidente e a situação que

O escândalo do site Ashley Madison atingiu o seu ápice quando hackers publicaram os dados dos usuários na darknet. Dois suicídios foram divulgados após o incidente e a situação que já era complicada tornou-se fatal. Alguns podem até rir dos traidores que foram expostos, mas é fato que o direito humano à privacidade ninguém pode questionar.

Quem quer que seja – um funcionário escondendo um caso, um cidadão decente com um perfil em um site de namoro ou até mesmo um cônjuge que quer comprar um novo brinquedo sexual para testar com o parceiro – todos preferem manter estas atividades em sigilo. Aqui estão 6 passos simples para manter suas preferências e hábitos seguros na próxima vez que você for se divertir.

1. Nunca use seus endereços de e-mail principal ou corporativo. Em caso de vazamento de dados seus colegas podem ser surpreendidos ao encontrar seu endereço na lista. Se você tiver um cargo oficial, o cuidado deve ser redobrado. Pessoas mal intencionadas certamente irão seguir as pistas dos dados revelados e divulgar suas descobertas – como fizeram com os clientes Ashley Madison.

2. Se possível, pague em dinheiro ou utilizando cartões presente (comprados antecipadamente com dinheiro) para ter certeza de que um vendedor não gravou seu nome e endereço, assim você pode garantir seu anonimato. Ou, você pode usar um cartão virtual de uso único para proteger a sua conta dos hackers.

3. Vincular seu perfis em um site com sua conta do Facebook e/ou Instagram não é uma idéia muito boa. Principalmente por causa de ladrões e fraudadores. As pessoas muitas vezes postam atualizações de status quando saem de férias, fazendo check-in no aeroporto ou publicam fotos com produtos recém-comprados, incluindo jóias e gadgets. Fazer isso é uma maneira perfeita de convidar os assaltantes para sua casa ou chamar um especialista em fraudes para um encontro. Pode ser interessante rever suas configurações de privacidade do Facebook.

4. Se você precisa manter um super sigilo, não use seu sobrenome real. restrinja somente a um nome ou escolha um apelido. Tendo o seu sobrenome e foto, qualquer pessoa pode facilmente encontrá-lo no Facebook. Ou LinkedIn. Você pode manter o seu perfil do Facebook privado, mas não faz sentido quando se trata de LinkedIn.

5. Não acredite nas pessoas em um site de namoro. A loira sexy pode facilmente vir a ser um homem barbudo entediado. Você se lembra do número real de mulheres em Ashley Madison? Eles divulgavam em suas campanhas publicitárias 37 milhões de usuários registrados, apenas cerca de 12 mil das contas ativas pertenciam às mulheres reais. A maioria das outras contas, como se viu, eram homens ou bots.

6. Muitas empresas tentam pegar os seus dados pessoais e de navegação do seu navegador , incluindo o histórico de busca, localização e outras informações privadas. E eles, normalmente, não pedem a sua permissão. Como detê-los? A melhor medida é contar com soluções profissionais. E, claro, o Kaspersky Internet Security 2016 é bastante eficiente contra a captura de dados privados, principalmente, por causa da funcionalidade Private Browsing, que garante a segurança dos seus dados pessoais.

Infelizmente, a maioria dos sites de namoro, lojas íntimas e outros recursos com conteúdo adulto para web têm muitos problemas de segurança. Se eles não podem oferecer segurança, devemos nos preocupar por conta própria – ou apenas nos arrepender do nosso impulso depois.

Dicas