Lenny: o chatbot de voz que combate o telemarketing

31 jan 2019

Já conversamos um pouco sobre fraudes telefônicas em nosso blog – desde “supostos” atendentes de suporte técnico da Microsoft que tentam assustá-lo com malwares para pagar por seus serviços, ou os falsos policiais que dizem que seu filho está em apuros. Todo mundo os odeia, independentemente de terem caído no golpe. No 35º Chaos Communication Congress, acompanhei uma palestra que mencionou uma solução incrível para combater todos esses problemas de fraudes telefônicas. E responde pelo carinhoso nome de Lenny.
Lenny é um chatbot de voz pouco sofisticado que simplesmente lê suas falas uma por uma quando a pessoa que está do outro lado da linha faz uma pausa durante um tempo. Lenny possui vários minutos dessas falas gravadas, por um dublador talentoso e de idade avançada. Depois de ler a última fala, ele começa tudo novamente. Mas Lenny parece tão realista que os operadores de telemarketing continuam conversando com ele por uma eternidade.

Conheça Lenny, o chatbot de voz que pode ser usado contra operadores de telemarketing e golpistas telefônicos

Conheça Lenny, o chatbot de voz que pode ser usado contra operadores de telemarketing e golpistas telefônicos

O que os mantém presos? Bem, por um lado, Lenny tem algumas frases genéricas como, “Desculpe, mal posso te ouvir”, “Você está aí?” e “Sim”, ótima resposta para qualquer assunto, que por outro lado, pode engenhosamente e suavemente redirecionar a conversa para outros tópicos que não têm nada a ver com o assunto original — família, uma filha muito inteligente — fazendo com que todos os golpistas e operadores de telemarketing escutem conversas sobre questões aleatórias. Aqui está um exemplo de uma chamada para Lenny:

O criador do Lenny é desconhecido, mas certamente tem uma compreensão sofisticada da natureza humana. Muitos vídeos no YouTube mostram diálogos com Lenny, todos um tanto quanto hilários, sendo o mais longo com quase uma hora de duração. Imagine só: uma pessoa real conversou com Lenny por mais de 40 minutos antes de começar a compreender que se tratava de uma gravação! E então, ela falou com ele um pouco mais, o que provavelmente salvou muitas pessoas de receberem chamadas naquele dia.

Durante a palestra na 35C3, Merve Sahin e Aurélien Francillon da Eurecom apresentaram dados de diversos vídeos do YouTube com Lenny, dividindo-os em várias categorias, dependendo do tipo de interlocutor. Eles descobriram que a duração média das chamadas para todas as categorias é maior que 10 minutos. Isso é suficiente para a gravação ser reproduzida 1,7 vez.

Operadores de telemarketing geralmente conversam cerca de 12 minutos com Lenny, e golpistas cerca de 7 minutos. Se você ouvir Lenny o suficiente, descobrirá que até 7 minutos conversando com um velho robô de bate-papo é o suficiente para se sentir um completo idiota pelo resto do dia. Criminosos merecem isso.

Os palestrantes também apontaram que, ao contrário de outros telefonemas inconvenientes, os cibercriminosos tendem a xingar com frequência— em cerca de 10% de todas as chamadas. E eles também são mais rápidos em ficar bravos com o pobre Lenny que, felizmente, parece não se importar. Outro dado interessante é que Lenny é explicitamente reconhecido como uma gravação ou um robô em apenas 5% das chamadas. Muitas ligações inconvenientes são desligadas sem que se perceba que não se trata de uma pessoa real do outro lado da linha – bastante hilário também.

Infelizmente, apesar do Lenny ser apenas um monte de arquivos de áudio e quatro linhas de código, é muito difícil colocar o robô para funcionar. Para isso, você precisará primeiro configurar um Asterisk ou Freeswitch VoIP e um servidor de telefonia, gratuito, mas que exige algumas habilidades de TI. Em seguida, precisará instalar o Lenny, baixando arquivos de áudio e copiando e colando o código no local adequado. Se você está ansioso para experimentar, será novamente o YouTube que poderá fornecer as informações necessárias (Chris, da Crosstalk Solution, tem um belo vídeo que explica como instalar esse simpático bot usando o FreePBX, que é uma interface gráfica do Asterisk).

Eu não poderia me despedir sem outro vídeo de Lenny em ação. Quebra tudo, Lenny!