5 dicas de segurança para o Fortnite

9 nov 2018

A popularidade do Battle Royale do Fortnite – um jogo multiplayer desenvolvido pela Epic Games – continua crescendo, especialmente com o lançamento da versão Android. Mas ao contrário da grande maioria dos desenvolvedores, a Epic tomou a decisão ousada de não disponibilizá-lo na Google Play. O Google inclusive lançou um comunicado oficial sobre o assunto:
Aqui vamos explicar por que isso pode ser perigoso e como proteger seu smartphone, sua conta Epic Games e seu dinheiro.

1. Baixe o Fortnite para Android apenas do site oficial

O Fortnite para Android pode ser baixado do site oficial do jogo. Essa é uma boa maneira de evitar que páginas falsas ofereçam Trojans disfarçados de Fortnite Launchers.

Depois de baixar o jogo, você deve habilitar a caixa de seleção “Permitir a instalação de aplicativos de fontes desconhecidas” nas configurações do seu smartphone. Para fazer isso, vá em Configurações -> Segurança -> Fontes desconhecidas:

2. Não esqueça de bloquear novamente as instalações de fontes desconhecidas

Uma vez que já tenha instalado o Fortnite no seu smartphone ou tablet Android, não esqueça de desmarcar a opção “Fontes desconhecidas” nas configurações do aparelho.

Permitir a instalação automática de fontes desconhecidas torna seu smartphone menos seguro, pois objetos não identificados podem ser baixados de qualquer lugar. Essa configuração é explorada por muitos cibercriminosos que procuram lucrar com a popularidade do Fortnite e outros jogos multiplayer, que envolvem consideráveis rios de dinheiro.

 3. No Android, use o Fortnite Launcher 2.1.0 ou mais recente

Pesquisadores do Google descobriram que o Fortnite Launcher para Android é suscetível a ataques Man-in-the-Disk. Em termos leigos, isso significa que o inicializador poderia basicamente instalar qualquer aplicativo que lhe fosse dado, incluindo maliciosos, sem levantar suspeitas.

O desenvolvedor, a Epic Games, já corrigiu essa vulnerabilidade, de forma que o Fortnite Launcher 2.1.0 e os mais atuais são imunes a esse tipo de ataque. Por isso, opte pela versão mais recente.

Se você instalou uma versão mais antiga do jogo no seu smartphone ou tablet, aconselhamos que remova o Fortnite e o Fortnite Launcher e então reinstale o jogo com a nova versão do instalador. Também recomendamos examinar o sistema com um antivírus para verificar se esse tipo de ataque foi usado para instalar um aplicativo malicioso no seu dispositivo Android.

4. Mude a senha da sua conta Epic Games

Segundo rumores online, um vazamento de dados em março de 2018 colocou os logins e senhas das contas Epic Games nas mãos de cibercriminosos, que prontamente os utilizaram. Os fóruns estão cheios de tópicos sobre como as contas do Fortnite foram roubadas e como os golpistas as utilizaram para comprar códigos no jogo e depois revendê-los a qualquer preço.

Se você criou uma conta Epic Games antes de março de 2018 e não trocou sua senha, faça isso agora. Aqui está o link que precisa.

5. Habilite a autenticação de dois fatores

Mesmo que a sua senha tenha vazado, os cibercriminosos não poderão acessar sua conta sem um segundo fator, na forma de um código pequeno e único. Para a autenticação de dois fatores (2FA), a Epic Games recomenda o Google Authenticator e nós concordamos. Como alternativa, pode experimentar o Microsoft Authenticator, LastPass Authenticator ou Authy. Para mais detalhes sobre como utilizar 2FA, acesse a página de suporte.