Dez maneiras de gerenciar a privacidade no Google+

Dicas

O site de rede social do Google, o Google+, continua ganhando popularidade. Porém, assim como ocorre com todos os sites de mídia social, é fácil compartilhar excessivamente suas informações pessoais. Use essas dez dicas para navegar nas águas turvas da privacidade dessa moderna plataforma de mídia social:

    1. Gerenciamento de perfil: use o hub de edição de perfil para estabelecer quais informações você deseja compartilhar ou não com o mundo. Ao selecionar configurações de privacidade diferentes, você pode compartilhar tudo com todo mundo, certas informações com grupos de sua escolha e pode manter alguns dados visíveis apenas para si mesmo. Clique no botão “Exibir perfil como…” para verificar como essas opções são na prática. Se você não quiser ser encontrado pelos visitantes, role a tela para a parte inferior da página e clique em Editar para desativar a ‘visibilidade de pesquisa’.
    2. Use a Central de Privacidade do Google: a Central de Privacidade reúne os recursos de privacidade da maioria dos produtos Google, e a Central de Segurança Familiar do Google e a Política de Privacidade Geral são particularmente úteis ao informar quais informações a Google planeja pesquisar com o G+.
    3. Gerenciamento dos Círculos: os Círculos no Google+ permitem escolher quais grupos de amigos, familiares, colaboradores etc. veem o que você deseja compartilhar. Você pode tornar tudo visível para todos, mas não estaria aproveitando todo o potencial da plataforma. E, de qualquer modo, provavelmente você não quer que seus pais vejam tudo o que você compartilha com seus amigos.
    4. Visibilidade de rede: seus Círculos nunca estão visíveis para o mundo exterior, mas, pela configuração padrão, seus amigos estão. Para alterar isso, vá para a guia Privacidade, Compartilhamento e clique em ‘Editar visibilidade de rede’. A partir daí, simplesmente desmarque os usuários que você quiser ocultar.
    5. Envio de mensagens a grupos: o recurso de mensagens de grupo está incorporado no aplicativo móvel Google+ e se enquadra em uma classificação intermediária entre SMS e Twitter. Mas tenha cuidado com o modo que você gerencia seus Círculos e verifique atentamente antes de enviar uma mensagem de grupo – caso contrário, acabará enviando mensagens a toda a sua rede do G+ sobre os acontecimentos da última noite, não apenas ao Círculo de amigos desejado.
    6. G+PS: assim como o Facebook, o Google+ permite informar às pessoas onde você está quando compartilha algo. Para aqueles que não desejam revelar esse tipo de informação – e a geolocalização é muito interessante para os hackers –, é fácil desativar esse recurso no menu Configurações.
    7. Privacidade +1: quando você “curte” alguma coisa no Facebook, todo mundo sabe disso. Escolher “+1” no Google+ equivale ao “Curtir” do Facebook, mas com a capacidade – baseada nos Círculos – de controlar quem vê isso. Você deve saber, no entanto, que, embora tenha o controle de quais seguidores veem suas publicações +1s, o Google mantém o direito de coletar e compartilhar informações agregadas de todas as +1s com seus anunciantes.
    8. Pseudônimos vis: uma das muitas semelhanças que o Google+ mantém com o Facebook é que não aprova o uso de falsas identidades por parte de seus membros em seus perfis. Porém, assim como ocorre no Facebook, será fácil contornar essa regra se um pseudônimo for crível e se estiver ligado a um endereço de e-mail legítimo.
    9. Compartilhando ‘links’: o G+ permite o uso de seu recurso “Links” para associar outros endereços da sua vida on-line – Twitter, Tumblr, Facebook, seu blog pessoal etc. Você pode controlar quem vê os links por meio dos Círculos.
    10. Compartilhamento instantâneo: o Google+ torna fácil – provavelmente muito fácil para alguns – postar fotos. Isso ocorre porque, se você usar um dispositivo Google Android e tirar uma foto com ele, ela será instantaneamente carregada em uma pasta privada do Picasa na Web para possível compartilhamento futuro. O carregamento instantâneo é muito fácil de desabilitar – basta acessar o aplicativo G+, clicar no Menu, em Configurações e, na parte inferior da tela, desmarcar “Carregamento instantâneo”.