Evite outro 7×1 nesta Copa do Mundo 2018

4 jun 2018

Qualquer grande evento atrai os cibercriminosos. A Copa do Mundo, que começa nos próximos dias, não é exceção. Para as pessoas mal-intencionadas, é uma chance de ganhar dinheiro rápido, explorando dados pessoais de fãs que planejam viagens para assistir aos jogos ou participar do evento de qualquer forma. Vamos a algumas dicas para evitar bola fora:

  1. Se você planeja ir aos jogos nos estádios, fique de olho em ingressos baratos. Tickets para os jogos estão disponíveis exclusivamente pelo site da FIFA. Esgotados? Azar – nem vá atrás de alternativas na internet. Se você der de cara com vendas em outro lugar, a chance de ser uma armadilha é enorme, especialmente se o preço for muito tentador. Utilizar sites terceiros irá fazer um buraco na sua carteira, diminuindo muito a possibilidade de compra de um jogo oficial. Lembre-se também que as entradas são pessoais – será requerido um documento de identificação nos portões do estádio. Caso as informações não correspondam, você ficará bem longe das arquibancadas.
  2. Não tente comprar nada por meio de campanhas de spammers. Na véspera da Copa, contas de e-mail são inundadas por ofertas especiais de camisas das seleções e outros produtos relacionados aos jogos. Na melhor das hipóteses, são vendidos por preços superestimados. No entanto, há uma enorme possibilidade de eles nem existirem, sendo apenas um golpe para roubarem seu dinheiro.
  3. Não caia em spams sobre premiações e sorteios. Cibercriminosos gostam de se passar por dos numerosos patrocinadores desse megaevento, oferecendo viagens gratuitas como oportunidade. Claro, não há como dizer que todas as promoções são falsas, mas a maioria dos e-mails do tipo são phishing, na tentativa de roubar seus dados pessoais, em troca de uma suposta viagem para Rússia ou camisa autografada de jogadores. Alguns cibercriminosos vão mais longe e tentam extrair logins e senhas das contas de jogos Origin por meio da promessa de uma cópia gratuita do FIFA 2018 caso cliquem no link e forneça seus dados.
  4. Não use serviços de sites suspeitos que oferecem acomodação e passagens aéreas baratas… Já falamos disso, mas vale a pena repetir: reserve apenas em sites notoriamente confiáveis. E mesmo assim, apenas se você tiver certeza que se trata do serviço de verdade e não de uma estratégia de phishing.
  5. Assista aos jogos apenas em parceiros oficiais da FIFA. Alguns serviços de streaming ao vivo são suspeitos e capazes de infectar visitantes com web miners ou algo pior. Garanta que você não corra riscos: instale um antivírus com funcionalidades de anti-phishing, como o Kaspersky Internet Security.
  6. Se você pretende ir a Rússia, use VPN para se conectar à Internet. Na ressaca da tentativa de bloqueio do Telegram por parte do governo, muitos sites populares estão instáveis ou indisponíveis no país. Para evitar a agonia de não postar selfies do seu sorriso vitorioso com a celebração da seleção ao fundo, conecte-se por VPN com antecedência. O Kaspersky Secure Connection possibilita sua navegação segura.