Game Over? Depende da sua senha

1 fev 2018

Os companheiros gamers dos anos 90 lembraram das Lan parties  – a origem dos jogos conectados – também podem ter doces lembranças de como era jogar Counter-Strike e Half-Life em Lan houses. Para muitos, representavam “o batismo” no mundo multiplayer. Foi então, que no começo dos anos 2000, o World of Warcraft mudou tudo.
Nunca tinha visto tanta gente no mesmo servidor antes! Era um mundo novo, com uma infinidade de estranhos comprando, conversando, jogando e se aventurando juntos.  Claro, como muitos outros, confiei no avatar errado e fui roubado. Entretanto, no geral, eram bons tempos.

Naquela época, não tínhamos de lembrar de diversas senhas para dezenas de contas de e-mail, mídias sociais, banco e contas de jogos. Era bastante comum a mesma para acessar tudo.

Na presente década, com conexão de internet onipresente e rápida, quase todo jogo é online ou pelo menos possui modo multiplayer com objetivo de desafiar seus limites e mostrar suas habilidades. A evolução não parou por aí. Fazer qualquer coisa online, o que não é exceção para games, requer a criação de contas. Criminosos aprenderam a invadi-las para fazer dinheiro. Contudo, uma coisa não mudou, nosso péssimo hábito de usar senhas preguiçosas e arriscadas.

Investimos muito tempo e energia no objetivo de nos tornarmos melhores jogadores. Ao longo desse caminho, quanto mais subimos de nível, adquirimos melhores equipamentos e espólios, nossos jogos ficam mais complexos, rápidos e intensos, passando a agregar valor a eles mesmos – ao ponto de valerem mais do que nosso investimento inicial. Uma vez entendida essa lógica sobre contas de gaming, seu apelo aos criminosos se tornou evidente.
Contas associadas a jogos possuem outros usos aos criminosos também. Para começo de conversa, pode ser usada para enviar phishing a seus amigos. Afinal, devido a confiança estabelecida, seus contatos estariam inclinados a acessar qualquer link enviado sem pensar duas vezes. Além disso, eles podem possuir itens valiosos (assim como a rede a qual estão conectados).

Outro uso se baseia no princípio da preguiça. Mesmo que você pare de jogar e não possua nada em sua conta, mas suas credenciais são únicas também para sua conta de e-mail, mídia sociais ou contas bancárias, bem, as informações de registro do jogo se tornam valiosas aos criminosos.

A fim de ajudar gamers (assim como outros usuários) de todas as sortes, o Kaspersky Total Security tem o Password Manager para um gerenciamento conveniente de suas senhas – além de medidas de fortalecimento que possibilitam a criação de senhas aleatórias, possibilita o armazenamento seguro local e na nuvem. Isso significa que você pode ter diversas senhas únicas e fortes com a possibilidade de administra-las facilmente em diversos dispositivos.

Além de usar um gerenciador de senhas, as mantenha completamente em segredo e as altere regularmente. Isso irá favorecer a proteção de suas contas de gaming, valiosas para você e para criminosos, além de resguardar também o personagem que você passou centenas de horas evoluindo e nutrindo.