Verdade ou mentira: dizer “hífen” cinco vezes quebra seu iPhone?

20 fev 2019

“Use o comando de voz do seu iPhone, diga ‘hífen‘ cinco vezes, e veja o que acontece”, diz uma mensagem amigável de algum conhecido.

Por um lado, pode ser tentador experimentar e ver se alguma coisa realmente acontece. Afinal, por que alguém diria para você fazer algo tão esquisito?
Por outro lado, pode ficar com medo de tentar – e se realmente estragar seu iPhone? Pode soar absurdo, mas não esqueça que mensagens realmente enlouqueceram PlayStations da Sony, por exemplo, e também não seria a primeira vez para smartphones da Apple: há algum tempo, configurar a data para o dia 1º de janeiro de 1970 colocou iPhones em um looping de reinicialização. A Apple resolveu esse problema, mas e se o caso do hífen for uma nova reencarnação?

Afinal, dizer “hífen” em inglês, cinco vezes, realmente faz alguma coisa ao seu iPhone? Testamos a teoria e podemos mostrar o resultado:

Então, sim, alguma coisa acontece. Parece que dizer “hífen” cinco vezes atrapalha o lançador do iOS e leva você de volta para a tela inicial. No entanto, o telefone continua funcionando do mesmo jeito, sem perda de informações, de forma que podemos afirmar com certeza que é seguro dizer “hífen” cinco vezes para o seu iPhone, e você mesmo pode experimentar se quiser.

Tentamos até mesmo criar uma nota de texto e depois usar o comando de voz para dizer “hífen” cinco vezes para verificar se ter um arquivo aberto resultaria em perda de dados. Descobrimos que todo o texto que estava na nota antes das repetição das “palavras mágicas” permaneceu intacto depois do problema com o lançador, assim, a ação não deve causar qualquer perda.

Até agora, foi verificado que o truque funciona nos modelos iPhone 6, 6S, 6S Max, 8, X e XS Max com o iOS 12.1. Também confirmado: não funciona no iPhone SE com iOS 10.3.1 – talvez o bug tenha sido introduzido em uma versão recente do sistema.

Veredito: Verdade. Dizer “hífen” cinco vezes, usando o comando de voz atrapalha seu iPhone, mas não é preciso se preocupar; nada mais acontece no processo.