Anti-Spam: proteja sua caixa de entrada

18 jun 2015

Os e-mails indesejados há muito tempo deixaram de ser apenas um meio de publicidade de produtos e serviços. O longo tempo que leva para apagar todas as mensagens de spam de sua caixa de entrada não é o único problema que ameaça gera.

kaspersky-anti-spam-featured

O problema dos e-mails indesejados

Não é um segredo que os cibercriminosos usam o spam como um canal para disseminar malware: os objetos maliciosos são, por via de regra, anexados à mensagem que é enviada/recebida. O spam também pode conter um link para recursos web maliciosos que servem para o ataque de phishing ou são injetados com um código malicioso.

Isso significa que, uma vez na caixa de entrada, tais e-mails se tornariam uma porta aberta para um Trojan bancário, que traria como resultado o roubo de dinheiro dos sistemas bancários online.

Hoje em dia, é muito raro que os usuários que nunca encontraram qualquer tipo de spam em sua vida. Existe quem recebe e-mails regulares de um remetente duvidoso e outros que recebem todos os dias. Uma pesquisa recente realizada pela Kaspersky Lab em associação com a B2B Internacional revelou que 64% dos entrevistados consideram o spam uma das ameaças mais graves.

anti-spam-1

É importante ter em conta que os cibercriminosos melhoram constantemente seus métodos de engenharia social que são então utilizados para elaborar mensagens de phishing eficientes. Por exemplo, os nossos especialistas têm registado o crescimento de mensagens de phishing disfarçado como documentos financeiros, notificações de tráfego, confirmações de transferência bancária, alertas sobre os pagamentos em atraso, transferências de dinheiro, pedidos online, bem como reivindicações, e-tickets, etc.

Os casos são muitos. Destacam-se as mensagens falsas de agências governamentais, lojas online, serviços de reserva ou companhias aéreas. Muitas vezes os culpados tiram proveito de feriados ou eventos importantes: por exemplo, no ano passado, fraudadores utilizaram a Copa do Mundo da FIFA de 2014 como isca.

Existem muitas técnicas – sofisticadas – usadas ​​para atrair os usuários para uma armadilha. Por exemplo, eles criam uma ação para abrir uma mensagem de e-mail; o usuário executa tal ação e consequentemente clique em um link malicioso no corpo do e-mail.

Nossos especialistas estimam que compartilhar o spam no tráfego de e-mail é mais que a de metade do total. Assim, e considerando o nível de competências que os fraudadores empregam, é essencial contar com tecnologias capazes de combater esta ameaça.

anti-spam-2

A porcentagem de spam no tráfego de e-mail (Outubro de 2014 – março 2015)

Algumas dicas para manter sua caixa de entrada limpa

Com o objetivo de limitar o spam, siga as nossas instruções simples que serão de muita utilidade:

1. Mantenha duas contas de e-mail: uma “pública”  e outra em “segredo” (privado). Use a última apenas para se corresponder com as pessoas que você conhece.

2. É altamente recomendável usar credenciais diferentes. E, é claro, nunca use a mesma senha para todas as contas: embora esta dica não combata realmente o spam, ela vai ajudar a evitar certos problemas em um caso de infecção por malware ou violação.

3. Nunca cite seu e-mail “privada” na Internet e não use-o para se cadastrar em serviços da web – para isso você tem o outro e-mail, o “público”.

4. Se você receber uma mensagem de spam ou um e-mail de um remetente desconhecido em sua caixa de entrada, nunca abra anexos ou clique em links. E não tente responder a esses e-mails.

5. Use soluções de segurança que empregam tecnologias anti-spam avançadas.

Tradução: Juliana Costa Santos Dias