Nós não vamos abandonar o Windows XP!

No final de 2012, segundo o Calendário Maya, estávamos prestes a observar o fim do mundo. Em 2013, a série de animação Futurama foi cancelada e este ano novo chega

No final de 2012, segundo o Calendário Maya, estávamos prestes a observar o fim do mundo. Em 2013, a série de animação Futurama foi cancelada e este ano novo chega também o fim do suporte técnico para o sistema operacional da Microsoft, o Windows XP. Esta “catástrofe” está prevista para 8 de abril. No entanto, os usuários em todo o mundo continuarão a usar seu sistema operacional preferido por um longo tempo se quiserem.

Desde o seu lançamento – já faz 12 anos -, muitos usuários de PC já se acostumaram com o som de suas notificações, o protetor de tela padrão e, é claro, o gigantesco botão de “Início”. De fato, eu mesmo uso o XP em meu computador pessoal.

Confira o gráfico abaixo que mostra as mudanças nos diferente sistemas operativos durante o ano de 2013, segundo NetMarketShare:

netmarketshare

Ao longo dos últimos 12 meses, o número de usuários do XP caiu apenas 10 pontos percentuais e agora suponhamos que seja um terço do total de usuários de TI no mundo. Apesar de que nem todos os usuários utilizam os produtos da Kaspersky Lab para se proteger diante das ameaças, a proporção de usuários XP com o total de nossos clientes ainda é relativamente alta. De acordo com nossas estatísticas, cerca de 20% de nossa base de usuários ainda utiliza o Windows XP.

Com a data para o fim do suporte técnico da XP se aproximando, começa a surgir algumas dúvidas: O que vai acontecer com os produtos de segurança da Kaspersky? Será que os seus produtos serão compatíveis com os seguintes serviços? Será necessário utilizar versões de antivírus desatualizadas para proteger o sistema operacional?

Toda a carga de proteção do Windows XP será colocada sobre os fornecedores de segurança a partir de agora. Apenas os bancos de dados antivirais atualizados e as tecnologias de proteção avançadas como Automatic Exploit Prevention, o Controle de Aplicação ou a Negação por Padrão podem proteger suficientemente os computadores XP .

Sergey Lozhkin, pesquisador de segurança da  Kaspersky Lab

Muita calma nessa hora. Nós continuaremos oferecendo suporte aos amantes do XP. As versões atuais dos nossos produtos de consumo (e ao menos duas gerações mais) continuarão funcionando corretamente na plataforma. Eugene Kaspersky (CEO da Kaspersky Lab) já anunciou esta notícia no fã-clube da companhia. Isso significa que os usuários que não desejem escolher entre o sistema operacional e o antivírus, poderão renovar a sua licença.

De fato, o mais importante é instalar regularmente as atualizações do antivírus para que você esteja protegido contra o malware.  A Microsoft afirma que a base de usuários XP é infectada até 3 vezes mais que os usuários do Vista ou do Windows 7 e 10 vezes mais que os do Windows 8. Isso é por causa de mecanismos de proteção XP que estão desatualizados e, possivelmente, a falta de atualizações. Os cibercriminosos muitas vezes utilizam as vulnerabilidades conhecidas que não foram corrigidas através da aplicação de atualização relevante no computador. Agora, para proteger sua segurança, os usuários do XP necessitam de uma poderosa solução de segurança  que os protejam das ameaças desconhecidas e evitem os exploits que atacam as vulnerabilidades do sistema. É por isso que recomendamos a todos os usuários do Windows XP que usem o Kaspersky Internet Security.

 Tradução: Juliana Costa Santos Dias

Dicas