17 de julho de 2018

Kaspersky Lab: 74% brasileiros se preocupam que tudo que veem em seus dispositivos móveis pode ser visto por terceiros

Sabemos que os dispositivos móveis ganharam uma enorme proporção no dia a dia de muitos usuários

Sabemos que os dispositivos móveis ganharam uma enorme proporção no dia a dia de muitos usuários, mas, para alguns, as funcionalidades de monitoramento deles estão se tornando motivo de preocupação. Muitos temem que os aplicativos em seus dispositivos conectados possam rastreá-los, observar o que fazem ou compartilhar seus dados. Porém, seria fácil evitar esses perigos com algumas medidas de segurança simples, de acordo com os especialistas em cibersegurança da Kaspersky Lab.

Os consumidores estão cada vez mais preocupados com a vigilância sobre suas atividades na Internet ou a possibilidade de serem rastreados por meio de sua movimentação online. A Kaspersky Lab descobriu, por exemplo, que 66% dos brasileiros não ficam tranquilos ao compartilhar suas informações de localização com sites e aplicativos; essa porcentagem aumentou significativamente em relação aos 46% de 2016.

Além disso, cerca de 74% dos brasileiros tem uma preocupação muito grande com a possibilidade de alguém observar tudo o que é feito ou assistido em seus dispositivos e uma parcela semelhante (61%) teme que alguém possa rastreá-los usando as informações de geolocalização do dispositivo.

Os especialistas da Kaspersky Lab descobriram que, além de acessar uma enorme quantidade de dados (como detalhes importantes sobre onde os usuários estão, informações de contatos, atividades, etc.), muitas vezes, esses aplicativos também trabalham em segundo plano sem o conhecimento dos usuários – o que reforça que as preocupações de alguns usuários não são à toa. Segundo a pesquisa global, 83% dos aplicativos para Android têm acesso aos dados sigilosos dos usuários, e 96% podem ser iniciados sem o consentimento deles.

Tudo isso pode ser evitado com algumas medidas de segurança muito simples, porém, as pessoas não adotam tais critérios de segurança de dados e privacidade que poderiam tranquilizá-las. Por exemplo, cerca de 38% dos brasileiros admite que não verifica as permissões dos aplicativos móveis pré-instalados em seus dispositivos Android e iOS, e 15% deles não confere as permissões ao baixar ou instalar novos aplicativos em seus dispositivos móveis. Ou seja, a preocupação dos usuários de dispositivos móveis não se converte em proteção de possíveis vazamentos de dados.

Dmitry Aleshin, vice-presidente de marketing de produtos da Kaspersky Lab, comenta: “Os aplicativos se tornaram uma parte importante de nossa vida diária. Nós os usamos para tudo: da edição de fotos à atualização de nossas contas em mídias sociais; dos jogos à reserva de uma mesa em um restaurante. Mas a pesquisa mostra que, apesar de nossa adoração pelos aplicativos, não necessariamente confiamos neles. Embora as pessoas estejam mais atentas à possibilidade dos aplicativos rastrearem suas atividades online, muitas vezes elas não adotam as medidas necessárias para se proteger de possíveis problemas. Em relação a isso, nós podemos proporcionar tranquilidade aos usuários. Nossos produtos são projetados especificamente para ajudar as pessoas a lidar com suas vidas digitais e desfrutar de tudo o que a Internet tem a oferecer sem se preocupar”.

A Kaspersky Lab protege os usuários de atividades indesejadas de aplicativos móveis. Por exemplo, o Kaspersky Internet Security for Android garante proteção de dispositivos dos usuários de aplicativos móveis possivelmente perigosos, capazes de acessar dados pessoais com fins mal-intencionados. Além disso, o Kaspersky Battery Life analisa todos os aplicativos no dispositivo do usuário e identifica aqueles que trabalham em segundo plano e consomem a bateria do dispositivo, permitindo que os usuários encerrem esses "comedores de bateria" com apenas um toque.