Mais de 14 milhões de brasileiros terminaram o ano desempregados, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O cenário, que é de dificuldade para muitas famílias, tem sido usado por cibercriminosos para a obtenção de lucro em cima de falsas ofertas de emprego disseminadas pelas redes sociais.

Uma nova mensagem, descoberta por especialistas da Kaspersky e que está circulando pelo WhatsApp, vem anunciando que uma famosa fabricante de bebidas está com mais de 1.800 vagas abertas, oferecendo salários a partir de R$1.280,00. Para participar do processo seletivo, o usuário é indicado a acessar um endereço de uma página falsa, com uma série de links agregados cujo objetivo é apenas gerar tráfego – e uma dor de cabeça para o internauta.

some-image-name.jpg

"Este é um típico exemplo da relação do cibercrime com as fake news. Os hackers se aproveitam de fatos que geram ansiedade na população [como, no caso, o desemprego] e tentam ganhar dinheiro em cima disso. Embora pareça uma ação 'inocente', pois este golpe não traz nenhum dano ou prejuízo ao internauta, esse tipo de esquema ajuda a monetizar o cibercrime e financiá-los para atividades maiores, e mais perigosas", explica Fabio Marenghi, analista sênior de segurança da Kaspersky no Brasil.

Para dar uma suposta legitimidade, os hackers agregam à mensagem uma notícia que ratificaria a informação de que a tal fabricante estaria mesmo com processo seletivo aberto. A notícia, porém, é hospedada numa página falsa com o endereço "whatsappdazoeira.com.br". Nela, é replicado o texto de um anúncio feito pela empresa em agosto do ano passado, sem nenhuma relação com a corrente divulgada agora.

"Os brasileiros precisam prestar muita atenção quando receberem esse tipo de oferta. Como são correntes, normalmente são enviadas por conhecidos, o que confere uma falsa legitimidade à informação", comenta Marenghi, que lembra ainda que as ofertas de emprego são também recorrentemente usadas para ataques de phishing.

"Ano passado, denunciamos umacampanhaque usava a mesma temática das ofertas de emprego para roubar dados de usuários. Não sabemos exatamente quantas pessoas já caíram nesse golpe, mas, pelo fluxo que temos acompanhado, a mensagem está rodando há algum tempo, então é sinal de que está dando certo para os criminosos", salienta o especialista.

Para evitar cair em golpes online, o especialista recomenda:

  • Acesse diretamente o site da empresa mencionada e procure se a vaga (ou promoção) está anunciada na página oficial ou perfis em redes sociais. Grandes companhias possuem seções específicas para cadastro de currículos e candidatura de vagas, normalmente intituladas “Trabalhe Conosco” ou “Vagas”.
  • Preferencialmente, cadastre o seu currículo apenas em sites de recrutamento certificados e que sigam protocolos de privacidade, ou nos próprios canais de comunicação das empresas contratantes.
  • Não forneça dados pessoais – como endereço, e-mail, telefone ou data de nascimento – em espaços públicos, como grupos abertos e redes sociais. Além de permitir que cibercriminosos utilizem essas informações para golpes, pode levar o usuário a correr o risco de ter a sua identidade roubada.
  • Caso deseje compartilhar o seu currículo em mídias digitais, aplique os filtros necessários para controlar quem pode acessá-lo. Inclua neste documento apenas dados pessoais básicos, e coloque como contato apenas e-mail e telefone profissionais, ou links para outros perfis em redes sociais. Assim, o candidato evita que os seus contatos particulares, endereço ou data de nascimento caiam em mãos erradas.
  • Tenha sempre instalada uma boa solução de segurança em seu dispositivo. O Kaspersky Security Cloud, que oferece proteção contra phishing e evitar que o internauta acesse links maliciosos.

Sobre a Kaspersky

A Kaspersky é uma empresa internacional de cibersegurança fundada em 1997. Seu conhecimento detalhado de Threat Intelligence e especialização em segurança se transformam continuamente em soluções e serviços de segurança inovadores para proteger empresas, infraestruturas industriais, governos e consumidores finais do mundo inteiro. O abrangente portfólio de segurança da empresa inclui excelentes soluções de proteção de endpoints e muitas soluções e serviços de segurança especializada para combater ameaças digitais sofisticadas e em evolução. Mais de 400 milhões de usuários são protegidos pelas tecnologias da Kaspersky e ela ajuda 250.000 clientes corporativos a proteger o que é mais importante para eles. Saiba mais em https://www.kaspersky.com.br.

Corrente divulga falsas ofertas de emprego para gerar tráfego a site

Mensagem enviada por WhatsApp e descoberta pela Kaspersky leva usuários para site clandestino e ajuda a monetizar hackers
Kaspersky Logo