content/pt-br/images/repository/isc/43-cookies.jpg

Os cookies são arquivos que contêm pequenos fragmentos de dados — como um nome de usuário e uma senha — que são trocados entre o computador de um usuário e um servidor Web para identificar usuários específicos e melhorar sua experiência de navegação.

Por exemplo, os cookies permitem que os sites reconheçam os usuários e lembrem de suas informações e preferências de login individuais, como notícias esportivas em vez de política.

Os sites de compras usam cookies para rastrear itens que os usuários visualizaram anteriormente, permitindo sugerir outros produtos que possam ser de interesse do usuário e manter itens no carrinho de compras enquanto eles continuam comprando.

Os cookies são criados quando os usuários visitam um site novo, e o servidor Web envia um breve fluxo de informações para os navegadores deles. Esse cookie só é enviado quando o servidor deseja que o navegador da Web armazene o cookie. Nesse caso, ele lembrará de string name=value e o enviará de volta ao servidor com cada pedido posterior.

Se, no futuro, o usuário voltar a esse site, o navegador da Web retornará esses dados ao servidor da Web sob a forma de um cookie.

O nome "cookie" vem de "cookies mágicos", inventado pelo programador de navegador da Web Lou Montulli. Os termos referem-se a pacotes de informações que são enviados e recebidos sem alterações. A analogia com o biscoito assado crocante é uma coincidência, embora apropriada.

Há vários tipos de cookies

Com algumas variações, há dois tipos de cookies no mundo virtual: de sessão e persistente. Os cookies de sessão são usados apenas ao navegar em um site. Eles são armazenados na memória RAM e nunca são gravados no disco rígido.

Quando a sessão termina, os cookies da sessão são excluídos automaticamente. Eles também ajudam no funcionamento do botão "Voltar" ou dos plug-ins de anonimato de terceiros. Esses plug-ins são projetados para que navegadores específicos funcionem e ajudam a manter a privacidade do usuário.

Os cookies persistentes se alojam em um computador indefinidamente, embora muitos incluam uma data de expiração e sejam removidos automaticamente nessa data.

Os cookies persistentes são usadospara dois propósitos principais:

  • Autenticação: esses cookies controlam se o usuário está conectado e qual conta ele está usando. Eles também simplificam as informações de login para que os usuários não tenham de lembrar das senhas do site.
  • Rastreamento: esses cookies acompanham as várias visitas ao mesmo site ao longo do tempo. Alguns lojistas on-line, por exemplo, usam cookies para controlar as visitas de usuários específicos, incluindo as páginas e produtos vistos. As informações que eles obtêm permitem sugerir outros itens que possam interessar aos visitantes. Gradualmente, é criado um perfil com base no histórico de navegação do usuário nesse site.

Cuidado com cookies de terceiros

Os cookies de terceiros são mais problemáticos. Eles são gerados por sites que são diferentes das páginas da Web em que os usuários estão navegando no momento, geralmente porque estão vinculados a anúncios contidos nessas páginas.

A visita a um site com 10 anúncios pode gerar 10 cookies, mesmo que o usuário nunca clique nesses anúncios.

Os cookies de terceiros permitem que os anunciantes ou as empresas de análise acompanhem o histórico de navegação de um indivíduo em toda a Web, nos sites que contêm seus anúncios. Consequentemente, o anunciante pode determinar que um usuário inicialmente procurou roupas de corrida em uma loja específica antes de conferir um determinado site de artigos esportivos e, em seguida, uma certa loja de roupas esportivas on-line.

Alguns cookies de terceiros podem ser zumbis. Os cookies zumbis ficam instalados permanentemente nos computadores dos usuários, mesmo quando optam por não instalar cookies. Eles também reaparecem depois de terem sido excluídos. Quando os cookies zumbis surgiram, eles foram criados a partir de dados armazenados no compartimento de armazenamento do Adobe Flash. Às vezes, eles são chamados de cookies de flash e são extremamente difíceis de remover.

Assim como outros cookies de terceiros, os cookies zumbis podem ser usados por empresas de análise da Web para rastrear históricos de navegação de cada indivíduo. Os sites também podem usá-los para proibir usuários específicos.

Os cookies em si não são prejudiciais

Como os dados nos cookies não mudam, os cookies em si não são prejudiciais. Eles não podem infectar computadores com vírus ou outros malwares, embora alguns ataques cibernéticos possam sequestrar cookies e, portanto, sessões de navegação. O perigo reside na capacidade deles de rastrear os históricos de navegação dos indivíduos. Esse tipo de comportamento "Big Brother" pode representar um problema de segurança.

Permitir ou remover cookies

Para simplificar a navegação, os usuários podem encontrar a seção de cookies, geralmente em Configurações > Privacidade, e clicar nas caixas para permitir cookies. Às vezes, a opção é: "Permitir dados locais". A Kaspersky Lab oferece instruções passo a passo para remover cookies dos navegadores mais populares.

A remoção de cookies comuns é fácil, mas pode dificultar a navegação em certos sites. Sem os cookies, os usuários podem ter de inserir seus dados novamente a cada visita. Os vários navegadores armazenam cookies em locais diferentes, mas a seção Configurações > Privacidade — às vezes listada em Ferramentas > Opções da Internet ou Avançado — é o mais comum. Estão disponíveis opções para gerenciar ou remover cookies.

Antes de remover os cookies, avalie a facilidade de uso esperada de um site da Web que usa cookies. Na maioria dos casos, os cookies melhoram a experiência na Web, mas devem ser tratados com cuidado.

Artigos relacionados:

Produtos relacionados:

O que são cookies?

Os cookies são arquivos que contêm pequenos fragmentos de dados que são trocados entre o computador de um usuário e um servidor Web para identificar usuários específicos e melhorar sua experiência de navegação.
Kaspersky Logo