content/pt-br/images/repository/isc/2021/what-is-a-digital-footprint-1.jpg

Pegada digital – significado e definição

Uma pegada digital, às vezes chamada de sombra digital ou pegada eletrônica, refere-se ao rastro de dados que você deixa ao usar a Internet. Inclui sites que você visita, e-mails que você envia e informações que você envia on-line. Uma pegada digital pode ser usada para rastrear as atividades e os dispositivos on-line de uma pessoa. Os usuários da Internet criam sua pegada digital ativa ou passivamente.

O que é uma pegada digital?

Sempre que usa a Internet, você deixa um rastro de informações conhecido como sua pegada digital. A pegada digital cresce de várias maneiras, por exemplo, postando em mídias sociais, assinando um boletim informativo, deixando uma crítica on-line ou fazendo compras on-line.

Às vezes, nem sempre é óbvio que você está contribuindo para sua pegada digital. Por exemplo, sites podem rastrear sua atividade instalando cookies em seu dispositivo, e aplicativos podem agrupar seus dados sem você saber. Depois de permitir que uma organização acesse suas informações, eles podem vender ou compartilhar seus dados com terceiros. Pior ainda, suas informações pessoais podem ser comprometidas como parte de uma violação de dados.

Você costuma ouvir os termos 'ativo' e 'passivo' em relação às pegadas digitais:

Pegadas digitais ativas

Uma pegada digital ativa é quando o usuário compartilha deliberadamente informações sobre si mesmo, por exemplo, por meio de postagem ou participação em sites de redes sociais ou fóruns on-line. Se um usuário estiver conectado a um site por meio de um nome de usuário ou perfil registrado, todas as postagens que ele fizer farão parte de sua pegada digital ativa. Outras atividades que contribuem para pegadas digitais ativas incluem o preenchimento de um formulário on-line, como assinar um boletim informativo, ou concordar em aceitar cookies em seu navegador.

Pegadas digitais passivas

Uma pegada digital passiva é criada quando as informações sobre o usuário são coletadas sem que ele perceba que isso está acontecendo. Por exemplo, isso ocorre quando os sites coletam informações sobre quantas vezes os usuários os visitam, de onde vêm e seus endereços IP. Este é um processo oculto, que os usuários podem não perceber que está ocorrendo. Outros exemplos de pegadas passivas incluem sites de redes sociais e anunciantes usando seus gostos, compartilhamentos e comentários para traçar seu perfil e direcionar você com conteúdo específico.

Por que as pegadas digitais são importantes?

As pegadas digitais são importantes porque:

  • Elas são relativamente permanentes e, uma vez que os dados são públicos, ou mesmo semipúblicos, como pode ser o caso com postagens no Facebook, o proprietário tem pouco controle sobre como os outros os usarão.
  • Uma pegada digital pode determinar a reputação digital de uma pessoa, que agora é considerada tão importante quanto sua reputação off-line.
  • Os empregadores podem verificar as pegadas digitais de seus funcionários em potencial, especialmente suas mídias sociais, antes de tomar decisões de contratação. Faculdades e universidades podem verificar as pegadas digitais de seus futuros alunos antes de aceitá-los também.
  • Palavras e fotos que você publica on-line podem ser mal interpretadas ou alteradas, causando ofensa não intencional.
  • O conteúdo destinado a um grupo privado pode se espalhar para um círculo mais amplo, potencialmente prejudicando relacionamentos e amizades.
  • Os criminosos cibernéticos podem explorar sua pegada digital, usando-a para finalidades como phishing para acesso à conta ou criação de identidades falsas com base em seus dados.  

Por essas razões, vale a pena considerar o que sua pegada digital diz sobre você. Muitas pessoas tentam gerenciar sua pegada digital sendo cautelosas sobre suas atividades on-line para controlar os dados que podem ser coletados em primeiro lugar. 

Exemplos de pegada digital

Um usuário da Internet pode ter centenas de itens fazendo parte de sua pegada digital. Algumas das maneiras pelas quais os usuários aumentam sua pegada digital incluem:

Compras on-line

  • Fazer compras em sites de comércio eletrônico
  • Inscrever-se para receber cupons ou criar uma conta
  • Baixar e usar aplicativos de compras
  • Registro para boletins informativos de marcas

Transações bancárias online

  • Usando um aplicativo de banco móvel
  • Comprar ou vender ações
  • Assinatura de publicações financeiras e blogs
  • Abrir uma conta de cartão de crédito

Redes sociais

  • Usar redes sociais em seu computador ou dispositivos
  • Login em outros sites usando suas credenciais de mídia social
  • Conectar-se com amigos e contatos
  • Compartilhar informações, dados e fotos com suas conexões
  • Aderir a um site ou aplicativo de namoro

Ler as notícias

  • Inscrever-se em uma fonte de notícias on-line
  • Ver artigos em um aplicativo de notícias
  • Inscrever-se para receber o boletim informativo de uma publicação
  • Repostagem de artigos e informações que você leu

Saúde e fitness

  • Usar monitores de fitness
  • Usar aplicativos para receber cuidados de saúde
  • Registrar seu endereço de e-mail em uma academia
  • Inscrever-se em blogs de saúde e fitness
Quase todas as atividades on-line podem contribuir para a sua pegada digital. A imagem mostra alguém segurando seu telefone e cartão de crédito na frente de uma tela de computador com uma vitrine de compras on-line aberta.

Proteja sua pegada digital

Como empregadores, faculdades e outros podem pesquisar sua identidade on-line, é uma boa ideia estar atento à sua pegada digital. Aqui estão algumas dicas para proteger seus dados pessoais e gerenciar sua reputação on-line.

Use mecanismos de pesquisa para verificar sua pegada digital

Digite seu nome nos mecanismos de pesquisa. Inclua seu nome e sobrenome e quaisquer variações de grafia. Se você alterou seu nome, pesquise os nomes atuais e anteriores. A revisão dos resultados do mecanismo de pesquisa lhe dará uma noção de quais informações sobre você estão publicamente disponíveis. Se algum dos resultados mostrar uma luz negativa, você pode entrar em contato com o administrador do site para ver se ele pode removê-lo. Configurar os Alertas do Google é uma forma de ficar de olho no seu nome.

Reduza o número de fontes de informação que mencionam você

Por exemplo, sites de imobiliárias e whitepages.com podem ter mais informações suas do que você deseja. Esses sites geralmente podem incluir informações pessoais como seu número de telefone, endereço e idade. Se você não se sentir confortável com isso, pode entrar em contato com os sites e solicitar que as informações sejam removidas.

Limite a quantidade de dados que você compartilha

Cada vez que fornece suas informações pessoais a uma organização, você amplia sua pegada digital. Você também aumenta a possibilidade de que uma das organizações que está armazenando seus dados faça um uso indevido ou sofra uma violação, colocando seus dados nas mãos erradas. Portanto, antes de enviar o formulário, considere se vale a pena. Existem outras maneiras de obter essas informações ou serviço sem compartilhar seus dados?

Verifique novamente suas configurações de privacidade

As configurações de privacidade nas redes sociais permitem que você controle quem vê suas postagens. Revise essas configurações e certifique-se de que estejam definidas em um nível com o qual você se sinta confortável. Por exemplo, o Facebook permite que você limite as postagens a amigos e faça listas personalizadas de pessoas que podem ver certas postagens. No entanto, lembre-se de que as configurações de privacidade protegem você apenas no site de mídia social relevante.

Evite compartilhar em excesso nas redes sociais

A mídia social facilita a conexão com outras pessoas, mas também pode facilitar o compartilhamento excessivo. Pense duas vezes antes de revelar sua localização ou planos de viagem, ou outras informações pessoais. Evite divulgar seu número de telefone ou endereço de e-mail em sua biografia de mídia social. Também é uma boa ideia evitar 'curtir' seu próprio banco, provedor de saúde, farmácia, etc., pois isso pode levar os cibercriminosos às suas contas críticas.

Evite sites inseguros

Certifique-se de estar fazendo transações com um site seguro – a URL deve começar com https:// em vez de http:// – o "s" significa "seguro" e indica que o site possui um certificado de segurança. Deve haver também um ícone de cadeado à esquerda da barra de endereço. Nunca compartilhe nenhuma informação confidencial em sites inseguros, especialmente detalhes de pagamento.

Evite divulgar dados privados em redes Wi-Fi públicas

Uma rede Wi-Fi pública é inerentemente menos segura do que a sua pessoal, pois você não sabe quem a configurou ou quem mais pode estar vendo. Evite enviar informações financeiras ao usar Wi-Fi público.

Exclua contas antigas

Uma forma de reduzir sua pegada digital é excluir contas antigas, por exemplo, perfis de mídia social que você não usa mais ou assinaturas de boletins informativos que não leu mais. Livrar-se de contas inativas minimiza sua exposição a possíveis violações de dados.

Crie senhas fortes e use um gerenciador de senhas

Uma senha forte ajudará você a manter a segurança na Internet. Uma senha forte é longa, composta por pelo menos 12 caracteres e, de preferência, mais, e contém uma mistura de letras maiúsculas e minúsculas, além de símbolos e números. Quanto mais complexa for sua senha, mais difícil de descobri-la. Usar um gerenciador de senhas ajudará a gerar, armazenar e gerenciar todas as suas senhas em uma conta on-line segura. Mantenha suas senhas privadas – evite compartilhá-las com outras pessoas ou anotá-las. Tente evitar usar a mesma senha para todas as suas contas e lembre-se de mudá-las regularmente.

Fique de olho em seus registros médicos

Pratique uma boa higiene de dados revisando periodicamente seus registros médicos. Os ladrões de identidade visam informações médicas e de saúde, bem como dados financeiros. Quando os criminosos usam suas informações pessoais para obter tratamento médico em seu nome, os registros de saúde deles podem ficar interligados aos seus.

Não faça login com o Facebook 

O login em sites e aplicativos usando o Facebook é conveniente. No entanto, sempre ao entrar em um site de terceiros usando suas credenciais do Facebook, você concede a essa empresa permissão para minerar seus dados de usuário do Facebook, colocando potencialmente em risco suas informações pessoais.

Mantenha o software atualizado

Software desatualizado pode abrigar uma grande quantidade de pegadas digitais. Sem as atualizações mais recentes, os criminosos cibernéticos poderiam obter acesso a essas informações. Os criminosos cibernéticos podem acessar facilmente os dispositivos e dados da vítima explorando vulnerabilidades no software. Você pode ajudar a prevenir isso mantendo seu software atualizado. Softwares mais antigos podem ser mais vulneráveis a ataques de hackers.

Revise seu uso de celular

Defina uma senha para o seu dispositivo móvel de maneira que ele não possa ser acessado por outras pessoas se você perdê-lo. Ao instalar um aplicativo, leia o contrato do usuário. Muitos aplicativos divulgam que tipo de informação eles coletam e para que podem ser usados. Esses aplicativos podem minerar dados pessoais como e-mail, localização e atividades on-line. Verifique se você está confortável com as informações compartilhadas antes de usar o aplicativo.

Pense antes de postar

O que você posta ou diz on-line envia uma mensagem sobre quem você é, assim como o que os outros revelam sobre você. Aspectos de sua pegada digital, como fotos carregadas, comentários em blogs, vídeos do YouTube e postagens do Facebook, podem não representar a maneira como você gostaria de ser visto. Crie uma pegada digital positiva publicando apenas as coisas que contribuem para a sua imagem e que você deseja que os outros vejam.

Aja rápido após uma violação

Se você suspeita que seus dados podem ter sido comprometidos em uma violação, aja imediatamente. Se houver perda financeira, entre em contato com seu banco ou operadora de cartão de crédito para relatar a violação. Altere todas as senhas que possam ter sido expostas. Se for uma senha que você usou para outras contas, atualize-a totalmente.

Use uma VPN

Usar uma rede privada virtual, ou VPN, pode ajudar a proteger sua pegada digital. Isso ocorre porque as VPNs mascaram seu endereço IP, o que torna suas ações on-line virtualmente impossíveis de rastrear. Isso protege sua privacidade on-line e pode impedir que sites instalem cookies que rastreiam seu histórico de navegação na Internet. O Kaspersky Secure Connection permite que você tenha uma conexão segura entre seu dispositivo e um servidor de Internet que ninguém pode monitorar ou acessar os dados que você está trocando.

Artigos relacionados:

O que é uma pegada digital? E como protegê-la de hackers

Uma pegada digital é o rastro de dados que você deixa ao usar a Internet. Exemplos de pegadas digitais, pegadas digitais ativas e passivas, e como proteger sua pegada digital.
Kaspersky Logo