What is Internet Protocol.

Definição de endereço IP

Endereço IP é um endereço exclusivo que identifica um dispositivo na Internet ou em uma rede local. IP vem do inglês "Internet Protocol" (protocolo de rede) que consiste em um conjunto de regras que regem o formato de dados enviados pela Internet ou por uma rede local.

Basicamente, o endereço IP é o identificador que permite que as informações sejam enviadas entre dispositivos em uma rede: ele contém as informações de localização e torna o dispositivo acessível para comunicação. A Internet precisa de um meio de distinguir diferentes computadores, roteadores e sites. O endereço IP providencia isso, além de ser uma parte essencial do funcionamento da Internet.

O que é um IP?

Um endereço IP é uma sequência de números separados por pontos. O endereço IP é representado por um conjunto de quatro números: por exemplo, 192.158.1.38. Cada número do conjunto pode variar entre 0 e 255. Ou seja, o intervalo de endereçamento IP vai de 0.0.0.0 a 255.255.255.255.

Os números do endereço IP não são aleatórios. Eles são matematicamente gerados e atribuídos pela IANA (Internet Assigned Numbers Authority, autoridade de números atribuídos à Internet), um departamento da ICANN (Internet Corporation for Assigned Names and Numbers, corporação da Internet para atribuição de nomes e números). A ICANN é uma organização sem fins lucrativos que foi fundada nos Estados Unidos em 1998 para ajudar a manter a segurança da Internet e possibilitar seu uso por todos. Toda vez que alguém registra um domínio na Internet, ele passa por um registrador de nomes de domínio, que paga uma pequena taxa para a ICANN registrar o domínio.

Como funciona o endereço IP

Se você quer entender o motivo pelo qual um determinado dispositivo não está se conectando da maneira esperada ou solucionar um problema de não funcionamento da rede, saber como funciona o endereço IP pode ajudar.

O protocolo de Internet funciona da mesma forma como qualquer outra linguagem, comunicando-se com base em diretrizes definidas para encaminhar informações. Todos os dispositivos encontram, enviam e trocam informações com outros dispositivos conectados usando esse protocolo. Ao falar a mesma linguagem, qualquer computador em qualquer local pode conversar com outro.

Normalmente, o uso do endereço IP acontece nos bastidores. O processo funciona da seguinte forma:

  1. Seu dispositivo se conecta indiretamente à Internet conectando-se primeiro a uma rede conectada à Internet, que então concede o acesso do dispositivo à Internet.
  2. Quando você está em casa, essa rede provavelmente é seu ISP (Internet Service Provider, provedor de serviços da Internet). No trabalho, ela será a rede da empresa.
  3. Seu endereço IP é atribuído ao seu dispositivo pelo ISP.
  4. Sua atividade na Internet passa pelo ISP, e volta para você, por meio do endereço IP. Como é ele quem concede seu acesso à Internet, cabe a ele atribuir um endereço IP ao seu dispositivo.
  5. No entanto, seu endereço IP pode ser alterado. Por exemplo, ligar ou desligar o modem ou roteador pode alterá-lo. Ou você pode solicitar que o ISP altere.
  6. Quando você está fora de casa (por exemplo, viajando) e leva seu dispositivo, seu endereço IP doméstico não vai junto. Isso acontece porque você usará outra rede (Wi-Fi de um hotel, aeroporto, cafeteria etc.) para acessar a Internet e outro endereço IP (temporário), atribuído a você pelo ISP do local.

Como o próprio processo sugere, existem diferentes tipos de endereços IP, dos quais falaremos a seguir.

Tipos de endereços IP

Existem diferentes categorias de endereços IP e, em cada categoria, diferentes tipos.

Endereços IP de consumidores

Cada pessoa ou empresa com um plano de serviços de Internet terá dois tipos de endereços IP: endereço IP privado e público. Os termos público e privado referem-se ao local da rede, ou seja, um endereço IP privado é usado dentro de uma rede, enquanto o público é usado fora de uma rede.

Endereços IP privados

Todo dispositivo que se conecta à rede de Internet tem um endereço IP privado. Isso inclui computadores, smartphones e tablets, além de qualquer dispositivo habilitado com Bluetooth, como alto-falantes, impressoras e TVs smart. Com o crescimento da Internet das Coisas, o número de endereços IP privados que você tem em casa provavelmente aumentou. Seu roteador precisa identificar esses itens separadamente e muitos deles precisam reconhecer uns aos outros. Por isso, o roteador gera endereços IP privados que são identificadores exclusivos de cada dispositivo e que os diferencia na rede.

Endereços IP públicos

O endereço IP público é o principal endereço associado à toda a sua rede. Embora cada dispositivo conectado tenha um endereço IP, eles também estão incluídos na rede IP principal da sua rede. Conforme já mencionado, seu endereço IP público é fornecido ao roteador pelo ISP. Normalmente, os ISPs possuem um amplo conjunto de endereços IP, o qual eles distribuem aos clientes. Seu endereço IP público é o endereço que todos os dispositivos fora da sua rede de Internet usarão pera reconhecer sua rede.

Endereços IP públicos

Os endereços IP públicos têm dois formatos: dinâmico e estático.

Endereços IP dinâmicos

Os endereços IP dinâmicos mudam automática e regularmente. Os ISPs compram inúmeros endereços IP e os atribuem aos clientes automaticamente. Periodicamente, eles reatribuem os endereços IP, disponibilizando os mais antigos a outros clientes. O motivo desta abordagem é gerar economia de custos para o ISP. Automatizar a movimentação regular dos endereços IP significa que eles não precisam realizar ações específicas para restabelecer o endereço IP de um cliente caso ele mude de casa, por exemplo. Também existem os benefícios quanto à segurança, porque a alteração do endereço IP dificulta ainda mais a ação de cibercriminosos na interface da rede.

Endereços IP estáticos

Ao contrário dos endereços IP dinâmicos, os endereços estáticos permanecem consistentes. Uma vez que a rede atribui um endereço IP, ele permanece o mesmo. A maioria das pessoas e das empresas não precisa de um endereço IP estático. Porém, para as empresas que planejam hospedar seu próprio servidor, é essencial ter um. Isso porque o endereço IP estático oferece a garantia de que os sites e endereços de e-mail associados a ele terão um endereço IP consistente, essencial caso você queira que outros dispositivos os encontrem de forma consistente na Internet.

Com isso, somos levados ao próximo tópico: os dois tipos de endereços IP de sites.

Existem dois tipos de endereços IP de sites

Para os proprietários de sites que não hospedam seu próprio servidor e, com isso, dependem do pacote de hospedagem da Internet (que é o caso da maioria dos sites), há dois tipos de endereços IP de sites. Estamos falando de endereços IP compartilhados e dedicados.

Endereços IP compartilhados

Normalmente, os sites que dependem dos planos de hospedagem compartilhada dos provedores de hospedagem da Internet são um dos muitos sites hospedados no mesmo servidor. Esse tende a ser o caso de sites individuais ou sites de PME, em que os volumes do tráfego são gerenciáveis e os sites em si são limitados em termos do número de páginas etc. Os sites hospedados dessa forma terão endereços IP compartilhados.

Endereços IP dedicados

Alguns planos de hospedagem na Internet disponibilizam a opção de compra de um ou mais endereços IP dedicados. Isso pode facilitar ainda mais a obtenção de um certificado SSL e permitir a execução de um servidor FTP (File Transfer Protocol, protocolo de transferência de arquivos) próprio. Assim, fica mais fácil compartilhar e transferir arquivos para várias pessoas de uma organização e viabilizar as opções de compartilhamento anônimo por FTP. Além disso, o endereço IP dedicado permite que você acesse seu site usando o endereço IP por si só, em vez de usar o nome de domínio. Isso é útil quando você deseja criar e testar o domínio antes de registrá-lo.

Como pesquisar endereços IP

O jeito mais simples de consultar o endereço IP público do seu roteador é pesquisando "Qual é o meu endereço IP" no Google. O Google mostrará a resposta no topo da página.

Outros sites mostrarão as mesmas informações: eles conseguem ver seu endereço IP público, porque, ao visitá-los, seu roteador fez uma solicitação e, portanto, revelou as informações. Sites como WhatIsMyIP.com e IPLocation vão além, mostrando o nome do seu ISP e sua cidade.

No geral, ao usar essa técnica, você só recebe uma aproximação do local, ou seja, onde o fornecedor está, mas não o local real do dispositivo. Ao usar essa abordagem, não se esqueça de desconectar-se da VPN. Obter o endereço físico real do endereço IP público geralmente exige uma garantia de pesquisa a ser enviada ao ISP.

Localizar seu endereço IP privado varia de acordo com a plataforma:

No Windows:

  • Use o prompt de comando.
  • Pesquisa "cmd" (sem aspas) usando a pesquisa do Windows
  • Na caixa de diálogo de resultados, digite "ipconfig" (sem aspas) para encontrar as informações.

No Mac:

  • Vá para Preferências do sistema
  • Selecione Rede e as informações ficarão visíveis.

No iPhone:

  • Acesse "Ajustes"
  • Selecione Wi-Fi e clique no "i" dentro de um círculo () ao lado da rede em que você está. O endereço IP ficará visível na guia DHCP.

Caso você precise consultar os endereços IP de outros dispositivos em sua rede, entre no roteador. A maneira que você acessa o roteador depende da marca e do software usado. Normalmente, para acessar o roteador, você digita o endereço IP do gateway do roteador em um navegador na mesma rede. Lá, você tem que navegar até uma opção de "dispositivos conectados", que exibe uma lista de todos os dispositivos que estão conectados ou foram conectados recentemente à rede, incluindo os respectivos endereços IP.

Ameaças à segurança do endereço IP

Os cibercriminosos podem usar várias técnicas para obter seu endereço IP. Duas das abordagens usadas mais comuns são a engenharia social e o ciberstalking.

Engenharia social

Os invasores podem usar a engenharia social para ludibriar você, fazendo com revele seu endereço IP. Por exemplo, eles podem encontrar você no Skype ou outro aplicativo semelhante de mensagens instantâneas que usa endereços IP para se comunicar. Ao conversar com estranhos por meio desses aplicativos, é importante lembrar que eles podem ver seu endereço IP. Os invasores podem usar o Resolvedor do Skype para encontrar seu endereço IP por meio do seu nome de usuário.

Ciberstalking

Os criminosos podem rastrear seu endereço IP apenas seguindo sua atividade on-line. Inúmeras atividades on-line podem revelar seu endereço IP, desde a reprodução de videogames até comentários em sites e fóruns.

Estando com seu endereço IP em mãos, os invasores podem recorrer a um site de rastreamento de endereços IP, como o whatismyipaddress.com, digitá-lo e ter uma ideia da sua localização. Eles podem comparar com outros dados de código aberto se quiserem conferir se o endereço IP está mesmo associado a você. Eles podem usar o LinkedIn, Facebook ou outras redes sociais que mostram onde você mora e ver se a informações correspondem à área fornecida.

Se um stalker do Facebook usar um ataque de phishing contra pessoas usando seu nome para instalar spyware, o endereço IP associado ao seu sistema provavelmente confirmará sua identidade ao stalker.

Se os cibercriminosos souberem do seu endereço IP, eles poderão iniciar ataques contra você ou, até mesmo, se passar por você. É importante conscientizar-se sobre os riscos e como atenuá-los. Os riscos incluem:

Download de conteúdo ilegal usando seu endereço IP

Os hackers são conhecidos por usar endereços IP hackeados para fazer o download de conteúdo ilegal e de outros tipos pelos quais não querem ser identificados. Por exemplo, usando a identidade do seu endereço IP, os criminosos podem baixar filmes, músicas e vídeos falsificados (o que violaria os termos de uso do ISP) e muito mais sério do que isso: até mesmo conteúdos relacionados a terrorismo ou pornografia infantil. Isso significa que você pode (não por culpa sua) atrair a atenção da aplicação da lei.

Rastrear sua localização

Se os hackers souberem do seu endereço IP, eles poderão usar tecnologia de geolocalização para identificar sua região, cidade e estado. Eles só precisarão vasculhar um pouco mais nas redes sociais para identificar sua casa e, possivelmente, arrombá-la quando você não estiver.

Ataque direto à sua rede

Os criminosos podem visar diretamente sua rede e iniciar diversos ataques. Um dos ataques mais conhecidos é o DDoS (Distributed Denial-of-Service, distribuição de negação de serviço). Esse tipo de ataque cibernético ocorre quando os hackers usam máquinas já infectadas para gerar um alto volume de solicitações e inundar o sistema ou servidor direcionado. Isso cria um tráfego muito alto para o servidor processar, o que resulta em uma disrupção de serviços. Basicamente, ele derruba sua Internet. Normalmente, esse ataque visa empresas e serviços de videogame e, embora seja muito menos comum, pode ocorrer com pessoas físicas. Gamers on-line correm um sério risco com esses ataques, pois suas telas ficam visíveis durante a transmissão (na qual o endereço IP pode ser descoberto).

Ataques em seu dispositivo

A Internet usa as portas e o endereço IP para se conectar. Há centenas de portas para cada endereço IP e, conhecendo seu IP, um hacker pode tentar usar essas portas para forçar uma conexão. Por exemplo, eles podem assumir o controle do seu telefone e roubar suas informações. Se criminosos obtiverem acesso ao seu dispositivo, eles poderão instalar malware nele.

Types of internet protocol address

Como proteger e ocultar seu endereço IP

Ao ocultar seu endereço IP, você protege suas informações pessoais e identidade on-line. Os dois principais meios de ocultar seu endereço IP são:

  1. Usando um servidor proxy
  2. Usando uma VPN (virtual private network, rede privada virtual)

O servidor proxy é um servidor intermediário pelo qual o tráfego é roteado:

  • Os servidores de Internet aos quais você visita somente veem o endereço IP desse servidor proxy e não seu endereço IP.
  • Quando esses servidores enviam as informações de volta para você, elas vão para o servidor proxy antes de serem encaminhadas a você.

Na devolução de servidores proxy é que alguns dos serviços podem espionar você, por isso é preciso confiar neles. Dependendo de qual você usa, ele pode inserir anúncios ao seu navegador.

A VPN oferece uma solução melhor:

  • Quando você conecta seu computador (ou smartphone ou tablet) a uma VPN, o dispositivo atua como se estivesse na mesma rede local da VPN.
  • Todo o seu tráfego de rede é enviado à VPN por uma conexão segura.
  • Como seu computador atua como se estivesse na rede, você pode acessar seus recursos de rede local com segurança, mesmo se estiver em outro país.
  • Você também pode usar a Internet como se estivesse presente no local da VPN, o que trará benefícios se você estiver usando Wi-Fi público ou quiser acessar sites com bloqueio de região.

Kaspersky Secure Connection é uma VPN que protege você em Wi-Fi público, mantém suas comunicações privadas e garante a sua não exposição a phishing, malware, vírus e outras ameaças cibernéticas.

Quando você deve usar uma VPN

Com o uso de uma VPN, você oculta seu endereço IP e redireciona o tráfego para um servidor separado, aumentando a sua segurança on-line. Dentre as situações nas quais você pode usar uma VPN estão:

Ao usar Wi-Fi público

Ao usar uma rede Wi-Fi pública, mesmo protegida por senha, é aconselhável usar uma VPN. Se um hacker estiver na mesma rede Wi-Fi, ficará fácil para ele rastrear seus dados. A segurança básica que a rede Wi-Fi pública, em média, entrega não oferece a proteção robusta contra outros usuários na mesma rede.

Quando você usa uma VPN, adiciona uma camada a mais de segurança aos seus dados, ignorando o ISP do Wi-Fi público e criptografando toda a sua comunicação.

Ao viajar

Se você estiver fazendo uma viagem para outro país (por exemplo, para a China, onde sites como o Facebook são bloqueados), poderá usar uma VPN para acessar os serviços que podem não estar disponíveis nesse país. 

Geralmente, a VPN permite usar serviços de streaming pelos quais você paga para ter acesso em seu país, mas que não estão disponíveis em outro país devido a questões de direitos internacionais. Usando uma VPN, você pode ter acesso ao serviço como se estivesse em casa. Ao usar uma VPN, estrangeiros podem conseguir também taxas aéreas mais baratas, já que os preços variam de acordo com a região.

Ao trabalhar remotamente

Especialmente relevante no momento pós-COVID, onde muitas pessoas estão trabalhando de forma remota. Normalmente, funcionários precisam usar uma VPN para acessar remotamente serviços da empresa com segurança. A VPN que se conecta ao servidor do escritório pode proporcionar acesso às redes e aos recursos internos da empresa quando você está trabalhando remotamente. Ela pode fazer o mesmo em relação à sua rede doméstica quando você não estiver em casa. 

Quando você quer privacidade

Mesmo no conforto de sua casa, usando a Internet para os propósitos do dia a dia, usar uma VPN pode ser uma boa ideia. Sempre que acessa um site, o servidor ao qual você se conecta para registrar seu endereço IP e conectar você a todos os outros dados do site pode aprender tudo sobre você: seus hábitos de navegação, no que você clica, quanto tempo gasta em uma determinada página, etc. Ele pode vender esses dados para empresas de publicidade, que usam as informações para adaptar anúncios conforme seus gostos pessoais. É por isso que os anúncios na Internet, algumas vezes, parecem (estranhamente) ser tão pessoais: porque eles realmente são. Além disso, o endereço IP pode ser usado para rastrear seu local, mesmo quando os serviços de localização estão desligados. O uso de uma VPN evita que você deixe rastros na Internet.

Não se esqueça dos seus dispositivos móveis. Eles também têm endereços IP e você, provavelmente, os utiliza em uma variedade ampla de locais, não só em seu computador doméstico, incluindo hotspots Wi-Fi. É aconselhável usar uma VPN no dispositivo móvel ao conectar-se a uma rede que pode não ser totalmente confiável.

Outras formas de proteger sua privacidade

Alterar as configurações de privacidade em aplicativos de mensagens instantâneas

Os aplicativos instalados em seu dispositivo são o principal problema de invasão em endereços IP. Aplicativos de mensagens instantâneas e outros aplicativos de chamada podem ser usados como ferramenta por cibercriminosos. O uso dos aplicativos de IM somente permite direcionar a conexão dos contatos, mas não aceita chamadas ou mensagens de pessoas que você não conhece. Ao alterar suas configurações de privacidade, você dificulta ainda mais a localização do seu endereço IP, porque as pessoas que você não conhece não podem se conectar a você.

Crie senhas exclusivas

Sua senha é a única barreira que pode restringir o acesso de outras pessoas ao seu dispositivo. Algumas pessoas preferem aderir senhas padrão para os seus dispositivos, o que as torna vulneráveis aos ataques. Da mesma forma que suas contas, seu dispositivo precisa de uma senha exclusiva e forte que não seja fácil de decodificar. Uma senha forte que contenha uma combinação de letras maiúsculas e minúsculas, números e caracteres. Isso ajudará a proteger seu dispositivo contra invasão ao endereço IP.

Mantenha-se em alerta aos e-mails de phishing e conteúdos mal-intencionados

Um grande volume de malware e softwares de rastreamento de dispositivo é instalado por meio de e-mails de phishing. Quando você se conecta a um site, ele proporciona ao site acesso ao seu endereço IP e a localização do seu dispositivo, tornando vulnerável a ataques. Esteja atento ao abrir e-mails de remetentes desconhecidos e evite clicar em links que podem redirecionar você a sites não autorizados. Preste atenção ao conteúdo dos e-mails, mesmo que pareçam vir de sites conhecidos e empresas reais.

Use uma boa solução antivírus e a mantenha atualizada

Instale um software antivírus abrangente e o mantenha atualizado. Por exemplo, a proteção antivírus da Kaspersky protege seu PC e dispositivos Android contra vírus, protege e armazena suas senhas e documentos privados e criptografa os dados que você envia e recebe on-line usando a VPN.

Proteger seu endereço IP é um aspecto crucial na segurança de sua identidade on-line. Protegê-lo seguindo essas etapas é uma forma de manter-se seguro contra uma variedade ampla de ataques virtuais.

Artigos relacionados:

O que é endereço IP – definição e explicação


Kaspersky Logo