A plataforma Android se tornou famosa recentemente e os hackers e ladrões notaram isso. Eles usam as falhas do sistema operacional de software de código-fonte aberto para roubar informações de usuários ou dinheiro por meio de tarifas de texto premium. Porém, as etapas básicas para uma segurança adequada do Android não são caras nem difíceis. Com as cinco etapas simples abaixo, você terá uma base sólida para proteger-se ao usar informações pessoais ou financeiras em seu dispositivo móvel.

Tenha cuidado ao usar aplicativos

Os aplicativos são a maneira mais comum do malware entrar no seu dispositivo Android. A Google verifica todos os aplicativos disponíveis no Google Play contra malware, então, se for baixar algo, certifique-se de fazê-lo através do Google. Instalar aplicativos de terceiros pode ser tentador, especialmente porque eles são gratuitos, mas isso expõe seu dispositivo a diversos problemas. Se não houver alternativa, a Google oferecerá a verificação de qualquer aplicativo baixado fora do Google Play. Por isso, você deve pelo menos fazer essa verificação quando solicitado.

Além disso, preste atenção nas permissões que cada aplicativo solicita ao ser instalado. Por exemplo, um aplicativo de navegação certamente precisará de permissão para usar sua localização, mas um aplicativo de anotações não. Assim como um aplicativo de jogos provavelmente não precisará acessar sua lista de contatos. Verifique a lista de permissões que é exibida antes de instalar qualquer aplicativo e, se algo não parecer certo, procure um aplicativo semelhante que não peça acesso a informações desnecessárias.

Tenha sempre a versão atualizada

O panorama moderno de ameaças é mais ou menos como um antigo jogo de "acerte a marmota". Os hackers encontram as falhas no software e as exploram. Em seguida, os desenvolvedores tentam tapar o buraco, mas isso apenas faz com que os hackers se movam para outra vulnerabilidade. Embora a Google não possa impedir esses exploits, ela faz de tudo para manter o Android atualizado contra os problemas descobertos.

Entretanto, nada disso fará diferença se você não atualizar o software. Executar o dispositivo Android em um software desatualizado pode facilitar a entrada de malware, pois os exploits ficam mais conhecidos com o tempo, e os hackers sabem que há diversos usuários que não atualizam seus dispositivos. Deste modo, a Google está sempre adicionando medidas de segurança ao Android. Por exemplo, a versão 3.0 do software Android apresentou a criptografia de dispositivo, o que dificulta o roubo de dados. Os usuários que decidem ficar com a versão antiga do software perdem essas proteções.

Evite conexões desprotegidas

O Wi-Fi público e gratuito pode ser uma maneira de economizar tempo e diminuir o uso de dados móveis, mas nem sempre é uma opção segura. Os hackers podem facilmente configurar uma situação "man-in-the-middle" (homem no meio) usando tais conexões. Neste caso, você se conecta diretamente ao computador do hacker, permitindo que ele veja todas as informações que fluem do seu dispositivo para a Internet. Os hackers podem também explorar o processo de conexão para instalar malware diretamente no seu smartphone ou tablet.

Se você tiver que usar uma destas redes, tome algumas precauções para manter-se em segurança. Antes de qualquer coisa, garanta que o local em que você está oferece Wi-Fi gratuito, para evitar conectar-se a um ponto de acesso Wi-Fi falso. Em seguida, use apenas aplicativos e sites com informações criptografadas, o que dificulta o acesso dos hackers ao que você está fazendo. Por fim, conecte-se usando uma VPN, assim como aquelas que muitas empresas configuram para seus funcionários.

Bloqueie seu dispositivo

Essa dica pode parecer muito simples, mas bloquear seu dispositivo é uma etapa importante para mantê-lo seguro. Se perder seu smartphone ou tablet Android, a tela de bloqueio pode ser suficiente para manter suas informações pessoais em segurança. Além disso, bastam apenas alguns segundos para que um ladrão consiga baixar ou instalar vírus, malware ou spyware para Android enquanto você está distraído. Um simples bloqueio de tela pode impedir isso.

Obtenha uma solução de segurança móvel

Todas essas dicas são um bom começo, mas o passo mais importante que você deve dar é encontrar e instalar uma solução de segurança profissional para Android. As melhores soluções oferecem uma combinação de proteção antivírus e Anti-theft, filtragem de SMS perigoso, proteção para Web e proteção de privacidade, garantindo o máximo de segurança para o seu dispositivo.

Existem algumas opções antimalware gratuitas, mas o barato pode sair caro. É quase impossível distinguir as verdadeiras soluções gratuitas, que ainda são limitadas, de cavalos de Troia que infectam seu dispositivo em vez de mantê-lo seguro. A melhor opção para economizar é procurar uma empresa de segurança confiável que ofereça um período de avaliação gratuito de segurança da Internet, assim você pode ver a solução em ação antes de adquiri-la. Os líderes do setor também oferecem soluções de mobilidade completas, para que você proteja diversos dispositivos de uma só vez.

O alcance de malware, vírus e spyware em dispositivos Android pode fazer você pensar duas vezes sobre o quanto usa seu dispositivo, mas não deveria. Os hackers quase sempre procuram os alvos fáceis. Se seguir essas dicas, poderá evitar a grande maioria do malware e impedir que suas informações sejam acessadas por qualquer coisa que fure esse bloqueio. Você só se sentirá realmente seguro ao tomar essas precauções para Android e obter uma solução de segurança sólida.