content/pt-br/images/repository/isc/2020/9910/is-5g-technology-dangerous-1.jpg

Cibersegurança para o 5G: tudo o que você precisa saber

A quinta geração de rede de telefonia celular (também conhecida como 5G) abrirá caminho para novas oportunidades de avanço tecnológico e inovação. Com o 5G, espera-se um aumento no desenvolvimento de tecnologias como a Internet das Coisas (IoT). No entanto, os hackers já estão visando suas vulnerabilidades como novas brechas para amplos ataques cibernéticos. Uma cibersegurança melhor é essencial para o nosso futuro com o 5G.

O próximo upgrade do 4G para o 5G envolve praticamente qualquer pessoa que usa uma conexão de rede celular. É importante entender as ofertas de cibersegurança para a rede 5G e onde elas podem ser falhas...

O que é 5G?

5G é um termo abreviado que significa quinta geração de redes celulares sem fio.

As primeiras quatro gerações trouxeram um novo nível de conectividade, com o 3G e o 4G se concentrando no aprimoramento dos dados móveis. O 5G visa continuar essa tendência e expandir o uso para o acesso à banda larga móvel. O 5G funcionará em paralelo com o 4G até, eventualmente, substituí-lo por completo.

Como funciona o 5G?

Explicando de modo simples, o 5G transmite toneladas de dados em distâncias mais curtas que o 4G LTE. Isso ajuda na velocidade, na consistência dos sinais de conexão e na própria rede, mesmo quando em deslocamento. A rede também é capaz de comportar mais dispositivos devido ao uso de novos espectros de sinais. Acima de tudo isso, a tecnologia com uso eficiente da energia permite a redução do consumo.

Por que adotar o 5G?

Embora o 4G LTE seja potente, ele está sendo rapidamente excedido, pois estamos levando-o ao seu limite. As redes LTE atuais estão ficando sobrecarregadas nas grandes cidades, com lentidões regulares ocorrendo nos horários de pico. Além disso, o surgimento de aparelhos "inteligentes" conectados à Internet significará que nós vamos precisar de um sistema mais rápido e de maior capacidade para suportar os bilhões de dispositivos já existentes. Com essas e outras vantagens, os dados móveis se tornam mais baratos, consomem menos energia e ficam mais rápidos ao conectar muito mais dispositivos do que é possível atualmente.

<h4>Quais são algumas das possibilidades que surgem com o 5G?</h4>

Obviamente, melhores experiências de uso da Internet são um resultado direto dessa rede. Além disso, a quinta geração de banda larga móvel trará muitos benefícios, e a maioria deles pode ser definida da seguinte maneira:

  • O upgrade para uma Internet das Coisas (IoT) em grande escala promoverá o crescimento da tecnologia tanto para a indústria quanto para os consumidores. Embora muitos dispositivos da IoT já estejam em uso, eles são limitados pela estrutura atual da Internet. O 5G significa que os dispositivos movidos a bateria podem permanecer ativos e conectados com menos necessidade de recargas, permitindo novos usos completamente sem fio em áreas remotas, inconvenientes ou de difícil acesso. Tudo, desde termostatos e alto-falantes inteligentes até sensores em cargas industriais e redes elétricas urbanas, desempenhará o seu próprio papel.
  • As cidades inteligentes e a Indústria 4.0 têm como objetivo nos proporcionar uma vida pessoal e profissional mais eficiente, segura e produtiva. A IoT compatível com 5G é fundamental para fornecer às cidades um melhor monitoramento da infraestrutura. Ela também será usada para a automação inteligente em fábricas, alternando processos de trabalho de forma dinâmica.

Qual é a diferença entre 4G e 5G?

Há algumas diferenças marcantes que permitem que o 5G execute ações impossíveis para o 4G LTE.

Comparada à 4G LTE, a 5G traz os seguintes benefícios:

  • O 5G é mais rápido que o 4G, com maior capacidade de tráfego de bits por segundo pela rede. Com as novas velocidades de upload e download, será possível baixar filmes em segundos, em vez de minutos.
  • O 5G é mais responsivo do que o 4G, com latência mais baixa, o que se refere ao tempo levado pelas comunicações entre dispositivo e rede. Já que os dispositivos podem se "comunicar" com a rede mais rapidamente, você poderá acessar os dados mais rapidamente.
  • O 5G consome menos energia do que o 4G, pois pode mudar rapidamente para o uso de baixa energia quando as redes celulares não estão em uso. Isso prolonga a vida útil da bateria do dispositivo e permite que os dispositivos não exijam tantas recargas.
  • O 5G oferece um serviço potente, ágil e mais confiável do que o 4G, devido ao melhor uso da largura de banda e mais pontos de conexão. Com menos estresse na rede, os custos dos dados ficar abaixo dos valores para as redes 4G.
  • O 5G pode suportar mais dispositivos que o 4G, pois expande as ondas de rádio disponíveis. Os problemas de congestionamento que levam à lentidão do serviço serão reduzidos assim que o 5G entrar em operação.

De modo geral, o 5G é um grande avanço para as redes celulares. Semelhante à lendária mudança da discagem com fio para a banda larga de alta velocidade, nós começaremos a repensar o que é possível fazer com os dados móveis.

No entanto, há uma grande desvantagem que impede o 4G de ser totalmente substituído no momento:

O 5G é difícil de instalar e implementar. São necessários mais transmissores para cobrir a mesma área atual das redes 4G. Os provedores ainda estão trabalhando na colocação de algumas dessas "células". Algumas regiões apresentam desafios físicos, como locais históricos protegidos ou com geografia acidentada.

A implementação em ritmo lento pode parecer negativa para o futuro do 5G. No entanto, o upgrade prolongado pode acabar dando tempo aos provedores para solucionar outra grande preocupação: a segurança.

5g dangers and facts

Preocupações de cibersegurança do 5G

A cibersegurança do 5G precisa de algumas melhorias significativas para evitar o risco crescente de invasões por hackers. Algumas das preocupações de segurança estão relacionadas à própria rede, enquanto outras envolvem os dispositivos que se conectam ao 5G. No entanto, ambos os aspectos colocam os consumidores, os governos e as empresas em risco.

Quando se trata de 5G e cibersegurança, estas são algumas das principais preocupações:

Segurança descentralizada. As redes pré-5G tinham menos pontos de contato de tráfego de hardware, o que facilitava as verificações de segurança e a manutenção. Os sistemas dinâmicos baseados em software do 5G têm muito mais pontos de roteamento de tráfego. Para ser totalmente seguro, todos eles devem ser monitorados. Como isso pode ser difícil, qualquer área insegura pode comprometer as outras partes da rede.

Mais largura de banda dificultará o monitoramento da segurança atual. Embora as redes atuais sejam limitadas em relação à velocidade e capacidade, isso, na verdade, ajuda os provedores a monitorar a segurança em tempo real. Por isso, os benefícios de uma rede 5G expandida podem realmente afetar negativamente a cibersegurança. A velocidade e o volume adicionados desafiarão as equipes de segurança a criar novos métodos para deter as ameaças.

Muitos dispositivos da IoT são fabricados com segurança insuficiente. Nem todos os fabricantes priorizam a cibersegurança, como visto em muitos dispositivos inteligentes de baixo custo. O 5G significa mais utilidade e potencial para a IoT. À medida que mais dispositivos são incentivados a se conectar, bilhões de dispositivos com níveis variados de segurança representam bilhões de possíveis pontos de violação. TVs, fechaduras, geladeiras e alto-falantes inteligentes, ou até dispositivos menores, como um termômetro de aquário, podem representar um ponto fraco para a rede. A falta de padrões de segurança para dispositivos da IoT significa que as violações de rede e as invasões podem sair do controle.

A ausência de criptografia desde o início do processo de conexão revela informações do dispositivo que podem ser usadas para ataques direcionados à IoT específica para dispositivos. Essas informações ajudam os hackers a saber exatamente quais dispositivos estão conectados à rede. Detalhes como sistema operacional e tipo de dispositivo (smartphone, modem automotivo, etc.) podem ajudar os hackers a planejar seus ataques com mais precisão.

As vulnerabilidades de cibersegurança podem se manifestar em uma grande variedade de ataques. Algumas das ameaças cibernéticas conhecidas incluem:

  • Ataques de botnet: controlam uma rede de dispositivos conectados para orquestrar um ataque cibernético massivo.
  • Ataques de negação de serviço distribuído (DDoS): sobrecarregam uma rede ou site para deixá-lo off-line.
  • Ataques man-in-the-middle (MiTM): interceptam e alteram silenciosamente as comunicações entre duas partes.
  • Monitoramento de localização e interceptação de chamadas: podem ser feitas até se alguém souber apenas um pouco sobre protocolos de paginação de transmissão.
5g cyber security for your phone

O futuro do 5G e da cibersegurança

Para evitar fraquezas generalizadas nas redes móveis nacionais, os desenvolvedores de tecnologia terão de estar mais atentos à segurança do 5G.

Os alicerces da segurança do 5G são fundamentalmente necessários para as redes. Os provedores de rede devem começar a se concentrar em proteções de software para cobrir os riscos exclusivos do 5G. Eles precisam colaborar com empresas de cibersegurança para desenvolver soluções de criptografia, monitoramento de rede e muito mais.

Os fabricantes precisam de incentivo para aumentar seus esforços de segurança. A segurança do 5G é tão robusta quanto seus elos mais fracos. Mas os custos de desenvolvimento e implementação de uma tecnologia segura não motivam todos os fabricantes a se concentrarem na cibersegurança. Isso é especialmente verdade em produtos de qualidade inferior, como relógios inteligentes infantis e babás eletrônicas inteligentes de baixo custo. Se os fabricantes receberem benefícios que compensem suas perdas, talvez fiquem mais propensos a aumentar a proteção do consumidor.

O conhecimento do consumidor sobre a cibersegurança da IoT é necessário. A alta variação na qualidade da segurança significa que padrões de rotulagem de produtos serão necessários. Como os usuários não têm como saber facilmente o quão seguros são os dispositivos da IoT, os fabricantes de tecnologia inteligente podem começar a ser cobrados por um sistema de rótulos. A FCC classifica outras formas de transmissão de rádio, de modo que o crescente mercado de dispositivos da IoT deverá ser incluído em breve também. Além disso, os usuários precisam aprender a importância de proteger todos os dispositivos que se conectam à Internet com as atualizações de software.

Estão sendo feito esforços para aprimorar a segurança em paralelo ao lançamento inicial do 5G. Mas como precisamos de resultados reais para refinar as proteções, o trabalho continuará por muito tempo depois da implementação do 5G.

Para saber mais sobre o futuro do 5G, confira algumas de nossas postagens no blog da Kaspersky.

Como se preparar para o 5G

O 5G pode estar mais longe do que os rumores nos fazem acreditar; mesmo assim, você precisa estar preparado. Mesmo que a distribuição ainda leve tempo para acontecer de maneira significativa, algumas áreas já começam a passar por upgrades. Certifique-se de cuidar você mesmo da sua segurança e privacidade o máximo possível:

Instale uma solução antivírus em todos os seus dispositivos. Produtos como o Kaspersky Total Security ajudam a evitar que seus dispositivos sejam infectados.

Use uma VPN para impedir que intrusos acessem seus dados sem permissão e espionem suas atividades on-line. 

Proteja-se usando senhas robustas. Sempre use senhas quando disponíveis e escolha opções incrivelmente fortes. Longas sequências de caracteres aleatórios e variados estão entre as melhores senhas possíveis. Inclua letras maiúsculas, minúsculas, símbolos e números.

Atualize as senhas padrão de back-end de todos os seus dispositivos da IoT. Siga as instruções do dispositivo sobre a atualização das credenciais do tipo "administrador/senha" de seus gadgets. Para obter essas informações, consulte os manuais técnicos do fabricante ou entre em contato diretamente com eles.

Mantenha todos os seus dispositivos da IoT atualizados com patches de segurança. Isso inclui o celular, computadores, todos os dispositivos domésticos inteligentes e até o sistema de informações e entretenimento do automóvel. Lembre-se de que qualquer dispositivo que se conecta à Internet, Bluetooth ou outros sistemas de rede de dados devem ter todas as atualizações mais recentes (aplicativos, firmware, sistema operacional, etc.).

Proteja todos os seus dispositivos hoje mesmo com o Kaspersky Total Security, o melhor software de proteção contra vírus e malware para você e sua família.

Artigos relacionados:

A tecnologia 5G é perigosa? Prós e contras da rede 5G

O que é 5G? Ele oferece perigo? Como ele afetará os smartphones e a segurança da Internet no futuro? Veja o que você precisa saber sobre a cibersegurança para 5G.
Kaspersky Logo