content/pt-br/images/repository/isc/2019-images/Email Phishing.jpg

Você recebe um e-mail pedindo educadamente uma doação para as vítimas do furacão mais recente que atingiu um local. O domínio do remetente é "help@ushurricanesurvivors.net" e, embora a organização possa ser legítima, você nunca ouviu falar dela. Em geral, sua pasta de spam protege você desse tipo de mensagem; mas, por algum motivo, essa está no topo da sua caixa de entrada. Você entende de computadores e não corre riscos com qualquer e-mail de uma organização que solicita informações pessoais e financeiras. Isso é especialmente válido quando você não o solicitou e não consegue confirmar sua identidade.

Independentemente de gostarmos ou esperarmos por isso, seremos alvos desses e-mails de phishing todos os dias. A maioria de nós já sabe relativamente bem como identificar esses e-mails e usar o bom-senso para não acatar essas solicitações. No entanto, nem sempre é claro o que se deve fazer quando você recebe um e-mail de phishing que escapou da sua pasta de spam.

Como são os e-mails de phishing?

Um dos motivos pelos quais os e-mails de phishing são tão perversos — e, infelizmente, muitas vezes bem-sucedidos — é que eles são criados para parecerem legítimos. Às vezes, é difícil reconhecer o que é uma mensagem autêntica e o que é uma tentativa de phishing. Em geral, as seguintes características são comuns entre os e-mails de phishing e devem servir como alerta:

  • Anexos ou links
  • Erros de ortografia
  • Erros de gramática
  • Imagens pouco profissionais
  • Urgência desnecessária de confirmação imediata de seu endereço de e-mail ou outras informações pessoais
  • Saudações genéricas, como "Prezado cliente"

Dicas para evitar e-mails de phishing

O segredo é ficar atento para identificar e-mails de phishing. Se você encontrou um deles em sua caixa de entrada, use estas estratégias para evitar se tornar uma vítima de um ataque de phishing.

  • Exclua o e-mail sem abri-lo.

A maioria dos vírus é ativada quando você abre um anexo ou clica em um link em um e-mail. Mas alguns clientes de e-mail permitem scripts, o que possibilita a infecção por vírus simplesmente abrindo um e-mail com aparência suspeita. É melhor evitar abri-los.

  • Bloqueie o remetente manualmente.

Se o seu cliente de e-mail permite que você crie um bloqueio manualmente, faça isso. Anote o domínio do e-mail do remetente e, em seguida, adicione-o a uma lista de bloqueio. Isso é especialmente inteligente e útil se você compartilha a caixa de e-mail com outras pessoas da sua família. Outra pessoa pode se deparar com um e-mail de aparência legítima que não faz parte de sua pasta de spam e fazer algo que não deveria.

  • Compre uma linha extra de segurança.

Nunca estamos suficientemente seguros. Considere a compra de um software antivírus para ajudar a monitorar sua caixa de e-mail.

Lembre-se de que a melhor maneira de lidar com um e-mail de phishing é excluí-lo imediatamente. O fato de realizar ações adicionais para limitar sua exposição a esses ataques é um bônus.


E-mails de phishing: como reconhecê-los e evitá-los INCORPORAR ESTE VÍDEO EM VEZ DE UMA IMAGEM

Aprenda a reconhecer as características comuns dos e-mails de phishing e conheça três dicas importantes para evitar ser hackeado.
Kaspersky Logo