Durante 2012, usuários de Mac puderam entender a triste verdade por trás dos mitos sobre a segurança de ambientes Mac:

  • No início de 2012, foi descoberta a botnet Flashfake, consistindo de 700.000 computadores que executavam o Mac OS X.
  • No decorrer de 2012, criminosos virtuais usaram repetidamente o malware do Mac ao lançar ataques direcionados. Uma das razões por trás desses ataques é o fato de os produtos da Apple serem utilizados por muitos executivos de renome e figuras políticas influentes. As informações armazenadas nos computadores desses usuários são de interesse específico de uma categoria de criminosos virtuais.

Hoje, reconhece-se que o malware do Mac, ou da Apple, é uma ameaça séria à segurança de computadores e informações dos usuários.

O aumento de ameaças, vírus e malware no Mac

O número de itens de malware no Mac vem subindo a passos largos:

  • Em 2012, os especialistas em antivírus da Kaspersky Lab criaram 30% mais assinaturas para detectar variados cavalos de Troia no Mac, em comparação com 2011.
  • Comparado aos dados de 2010, o número de assinaturas criadas anualmente aumentou em torno de seis vezes.

Os 10 principais programas maliciosos do Mac OS X – no segundo semestre de 2012

Embora o Flashfake tenha sido a maior ameaça durante os seis primeiros meses de 2012, segue aqui uma lista dos principais itens de malware do OS X que andaram circulando nessa época:

Posição

Nome

% de ataques no total

1

Trojan.OSX.FakeCo.a 

52%

2

Trojan-Downloader.OSX.Jahlav.d

8%

3

Trojan-Downloader.OSX.Flashfake.ai

7%

4

Trojan-Downloader.OSX.FavDonw.c

5%

5

Trojan-Downloader.OSX.FavDonw.a

2%

6

Trojan-Downloader.OSX.Flashfake.ab

2%

7

Trojan-FakeAV.OSX.Defma.gen

2%

8

Trojan-FakeAV.OSX.Defma.f

1%

9

Exploit.OSX.Smid.b

1%

10

Trojan-Downloader.OSX.Flashfake.af

1%