Para oferecer proteção adequada ao computador, um software antivírus deve ser capaz de:

  • Detectar diversos programas maliciosos existentes. O ideal é que detecte todos os programas de malware existentes
  • Detectar novas modificações de vírus de computador, worms e cavalos de Troia conhecidos
  • Detectar softwares maliciosos localizados em arquivos compactados — ou seja, arquivos executáveis que tenham sido modificados por utilitários de compressão — e depois verificar o conteúdo dos arquivos comprimidos e dos pacotes de instalação

Nem todos os produtos antivírus oferecem o mesmo nível de proteção de computadores

Como há vários produtos antivírus no mercado há muitos anos, alguns usuários caem na armadilha de pensar que não existem tantas diferenças entre eles e que todos têm os mesmos recursos de detecção de malware. Esses usuários podem fazer suas escolhas com base em critérios relativamente irrelevantes, como um design atrativo ou anúncios que chamam a atenção.

Embora seja verdade que diversos programas antivírus já existem há muito tempo, o número e a diversidade das ameaças a que computadores e dispositivos estão sujeitos mudaram muito nos últimos anos. Uma boa proteção de computadores depende da capacidade que o fornecedor do antivírus tem de se adaptar a novas demandas. Quando julgados pela capacidade técnica de detectar e proteger contra malware, os produtos antivírus diferem consideravelmente.

Investimento e dedicação contínuos

Os fornecedores de antivírus precisam investir sempre em pesquisas para proteger os clientes de ataques cibernéticos cada vez mais sofisticados ataques e fornecer uma resposta rápida a cada nova ameaça. Sem a dedicação do fornecedor em combater essa guerra contínua contra criminosos virtuais altamente profissionais, você coloca em risco:

  • Seu computador
  • Seus dados
  • Sua identidade digital
  • Suas finanças

Alguns produtos antivírus estão perdendo no "braço de ferro"

Se o produto antivírus de um fornecedor detectar somente 50% de todos os vírus ativos na Internet, outro detectar 90% e um terceiro produto detectar 99,9%, fica fácil saber qual deles oferecerá a melhor proteção para computadores.

Na realidade, poucos produtos ou serviços antivírus são capazes de oferecer um nível de proteção de quase 100%. A maioria dos produtos não atinge nem 90% em nível de segurança.

Alguns fornecedores de antivírus não conseguem acompanhar a evolução de novos programas de malware. Esses fornecedores estão efetivamente perdendo no "braço de ferro" dos programas de software maliciosos, o que significa que seus clientes não estão completamente protegidos contra todas as ameaças virtuais de hoje.

Outros artigos e links relacionados à detecção de malware e exploits