Skip to main
content/pt-br/images/repository/isc/2021/creating-a-family-blog-1.jpg

Iniciar um blog familiar pode ser uma boa opção se você está procurando um projeto para toda a família se envolver. Os blogs podem ser uma excelente forma de as famílias se manterem conectadas—documentando as atividades e realizações dos seus filhos, escrevendo sobre as suas viagens e, em geral, mantendo amigos e famílias atualizados sobre a sua vida. Postar em blog com crianças podem ser educativo e dar aos pais a oportunidade de discutir a segurança online.

O que é melhor: um blog familiar ou um site familiar?

Há uma diferença entre um blog familiar—um blog público que conta a sua vida familiar, potencialmente atraindo um vasto público no processo—e um site familiar privado. Um site familiar privado permite-lhe compartilhar fotografias e outras informações enquanto mantém um nível de privacidade com o qual se sente confortável. Sites privados de blogs permitem-lhe 'bloquear' as páginas do seu site familiar, para que apenas você e os membros da família tenham acesso. Ao contrário dos sites de redes sociais onde tudo é postado em um fórum público, um blog privado oferece recursos de segurança para que apenas as pessoas que você deseja possam acessar o site de sua família.

Postagem em blog com crianças—prós e contras

Se você decidir criar um blog familiar voltado para o público, há vantagens e desvantagens. Estes incluem:

Prós de um blog familiar:

Funciona como um diário de infância: Um blog familiar pode funcionar como um diário vivo da infância, que os seus filhos podem apreciar olhando para trás com nostalgia.

Fornece um registro de suas experiências como pai ou mãe: Alguns pais escrevem blogs para mostrar a realidade da vida familiar—para mostrar um contraponto a retratos irreais da 'paternidade perfeita'. Os blogs podem ajudá-lo a entrar em contato com outras famílias, compartilhar a sua história de parentalidade e criar uma rede de apoio.

Oferece uma saída criativa para os seus filhos: Postar em blog com crianças pode ajudar a melhorar a capacidade de escrita do seu filho. Seus filhos podem nem sempre se sentir capazes de se expressar na escola, e o blog pode ser um formato libertador para a auto-expressão na forma escrita.

Proporciona momentos educativos: Os blogs podem ser educativos e informativos. Alguns dos tópicos que você pode escolher abordar em um blog familiar podem gerar pontos de discussão que podem ajudar seus filhos a entender diferentes perspectivas e pontos de vista.

Manter o contato com familiares e amigos: Um blog familiar pode ser uma ótima maneira para famílias grandes, especialmente aquelas que vivem longe, para manter contato e diminuir a distância, que de outra forma poderia aumentar.

Geração de renda: É possível ganhar dinheiro com os blogs. Alguns pais podem abordar os blogs familiares como uma forma de gerar uma renda extra.

Contras de um blog familiar:

Potencial invasão da privacidade da criança: Alguns podem sentir que os blogs familiares públicos invadem a privacidade das crianças, especialmente quando elas são muito jovens para consentir que as informações sejam compartilhadas.

Potencialmente exploradora: Alguns podem perceber as fotos das crianças usadas para promover a "marca" dos pais em posts patrocinados ou para algum outro ganho monetário potencialmente explorador.

Potencial para afronta social virtual: Como acontece com muitas formas de conteúdo online, os blogs podem atrair a atenção de bullies e trogloditas da internet.

Evite a comunicação cara a cara: Os blogs podem ser usados como uma ferramenta para evitar a comunicação cara a cara. É possível que , quanto mais confiamos na comunicação através de computadores, mais arriscamos diminuir nossa capacidade de interagir com os outros diretamente em pessoa.

Predadores online: Um blog familiar pode comprometer a segurança das crianças ao colocar informações pessoais no domínio público.

Em última análise, se maximizar a privacidade online é a sua principal preocupação, então um site privado de blogs que lhe permite restringir o acesso aos membros da sua família através da proteção por senha é provavelmente o melhor caminho a seguir.

Ideias para blogs familiares

O melhor conselho para qualquer blog é focar em temas pelos quais você é apaixonado. Há inúmeras ideias e temas para blogs familiares, incluindo:

  • Férias em família
  • História da família
  • Passatempos e interesses
  • Refeições e receitas familiares saudáveis
  • Filmes favoritos da família
  • Orçamentação familiar
  • Jogos em família
  • Esportes em família
  • Animais de estimação da família
  • Podcasts para crianças
  • Moda infantil e penteados
  • Ideias de decoração de quartos para crianças
  • Comentários sobre produtos para crianças
  • Exercícios e saúde na gravidez
  • Preparação para a chegada de um novo bebê

Blogs podem ser muito pessoais. As pessoas costumam ler blogs porque querem saber o que está acontecendo na vida de alguém e ver como eles realmente são. Qualquer que seja o tópico ou tema sobre o qual você decida fazer um blog, o melhor conselho é manter as coisas autênticas. Resista à pressão de fazer tudo parecer perfeito o tempo todo. As pessoas tendem a se identificar com outras que têm as mesmas lutas e peculiaridades que eles têm.

Um blog particular pode impedir que estranhos saibam detalhes pessoais sobre a sua família. A imagem mostra dois pais e sua filha sentados em um sofá, olhando juntos para um dispositivo tablet.

Como criar um blog familiar

Se você decidir criar um blog familiar, aqui estão alguns dos passos críticos a ter em mente:

1: Certifique-se de que a sua família concorde:

Antes de começar um blog familiar, certifique-se de que é algo que todos os membros de sua família querem fazer. Um blog familiar coloca a sua vida aos olhos do público, o que suscita preocupações com a privacidade. Você naturalmente não quer publicar conteúdos que possam embaraçar outro membro da família ou fazê-los sentir-se desconfortáveis. Portanto, vale a pena discutir e obter a aprovação de toda a família, antes de começar um blog público familiar.

2: Decida sobre a hospedagem:

Há duas maneiras de hospedar o blog de sua família—no seu próprio domínio ou em uma plataforma de blogging. É fácil registar o seu próprio domínio e não custa muito através de sites como Register.com, GoDaddy.com, e outros. No entanto, se um URL personalizado não é importante para você, e você está procurando a opção mais simples, então a maioria das plataformas de blogs hospedarão seu novo site gratuitamente. Embora o endereço de sua página (URL) seja algo como 'familyblog.wordpress.com', a plataforma de blogging cuida da maioria dos detalhes técnicos de back-end para você. Mas saiba que, se quiser personalizar o seu blog para além dos parâmetros rígidos da plataforma de blogging, terá que por isso.

3. Escolha a plataforma do blog:

WordPress é uma das plataformas de blogs mais populares, mas há muitas alternativas que você pode considerar, por isso vale a pena pesquisar a melhor opção para você. O WordPress é popular porque é considerado fácil de modificar e tem uma interface intuitiva. Por uma pequena taxa, é possível personalizar o layout, as cores e o cabeçalho. Qualquer que seja a plataforma de blogging que escolher, geralmente há manuais em vídeo disponíveis no YouTube e fóruns para te ajudar, se você não souber o que fazer. Aqui você encontrará uma comparação útil das principais plataformas de blog.

4. Escolha um nome de blog adequado:

Alguns autores de blogs familiares gostam de incluir seus sobrenomes em seus blogs para que os leitores possam identificá-los, mas isso obviamente levanta preocupações sobre a privacidade on-line. Para superar isso, você poderia usar um pseudônimo ou apelido. Debata com os membros da família para escolher o nome do blog. Escolha algo memorável—considere o uso de aliteração e use o dicionário normal ou de sinônimos como inspiração. Seja qual for o nome que você decidir, faça uma busca completa na internet para verificar se ainda não foi usado.

5. Personalizar com plug-ins:

Os plug-ins permitem que você personalize seu blog mesmo que você não tenha necessariamente um conhecimento técnico profundo. Familiarize-se com os plug-ins oferecidos pela sua plataforma de blogging—por exemplo, recursos que permitem criar galerias de fotos, adicionar vídeos, permitir que os usuários se inscrevam por e-mail, rastrear suas estatísticas e muito mais. Isto tornará o seu site mais cativante para os visitantes. Você pode instalar plugins rapidamente e estes podem facilitar as postagens.

6. Determine o seu nicho e o seu público:

Qual é o seu nicho? Quem é o seu público? Se você puder responder claramente a essas perguntas, é mais provável que seu blog tenha sucesso. Se você está simplesmente criando um blog particular para compartilhar com sua família e amigos próximos, você não precisa se preocupar muito com essas questões. Mas se você quiser alcançar um público maior, você provavelmente vai querer pensar um pouco mais nisso.

7. Decida quem vai escrever as mensagens:

Você será o principal autor do blog? O seu parceiro/sua parceira e seus filhos também vão contribuir? Você pode configurar todos com seu próprio nome de usuário e login, e todos podem postar como quiserem.

8 Comece a postar:

Embora possa parecer intimidante no início, quanto mais posts você escrever, mais fácil vai parecer. Lembre-se, o papel de um blogueiro não é impressionar ninguém. Um blogueiro simplesmente precisa escrever sobre o que sente, e as pessoas vão começar a seguir o caminho. Além disso, lembre-se que as mensagens escritas não são o único tipo de conteúdo que você pode publicar. Você também pode compartilhar slide shows, vídeos, áudio, e assim por diante.

9. Divulgue para amigos e família:

As pessoas que inicialmente estarão mais interessadas em seu blog familiar serão os seus amigos e família. Mostre-lhes seu blog e—assumindo que você não quer que o blog permaneça privado e protegido por senha—peça-lhes que espalhem a notícia com outras pessoas que conheçam e através das mídias sociais. Para muitos blogueiros, saber que as pessoas estão lendo seu conteúdo é o que os inspira a continuar escrevendo.

Suponha que você decide tornar o seu blog privado. Nesse caso, para que esteja protegido por senha e acessível apenas a seguidores específicos—normalmente você pode fazê-lo nas configurações de privacidade da sua plataforma de blogging. Por exemplo, o WordPress contém orientações sobre blogs privados aqui.

Blogs familiares—dicas de segurança online

Criar um blog como família não é apenas divertido—também pode dar aos pais a oportunidade de falar com seus filhos sobre segurança online. Algumas das dicas de segurança online a ter em conta quando blogues com crianças incluem:

Use senhas fortes:

Ao criar sua conta em um blog, não se esqueça de falar com seus filhos sobre a importância de senhas fortes e ajudá-los a criar uma. Uma senha forte:

  • Tem pelo menos 12 caracteres ou mais e uma mistura de letras maiúsculas e minúsculas mais símbolos e números.
  • Evite o óbvio—tais como números sequenciais ("1234") ou informações pessoais que alguém que o conhece possa adivinhar, tais como a sua data de nascimento ou o nome de um animal de estimação.

Para tornar suas senhas mais complexas, você poderia considerar a criação de uma ‘frase secreta’. Frase secretas envolvem a escolha de uma frase significativa que seja fácil de lembrar e depois usar a primeira letra de cada palavra para formar a senha.

Entenda as configurações de segurança:

Dedique um tempo para se familiarizar e compreender as configurações de segurança do site de blogging que você está usando. Muitos sites com plataforma de blogs permitem manter os seus blogs privados e adicionar leitores—esta é uma boa opção para aqueles que querem criar um blog privado.

Use autenticação de dois fatores:

A autenticação de dois fatores (TFA ou 2FA) é uma medida de segurança adicional que você pode implementar. A autenticação de dois fatores requer duas formas separadas e distintas de identificação para acessar algo. O primeiro fator é uma senha, e o segundo geralmente inclui um texto com um código enviado para seu smartphone ou biometria usando sua impressão digital, rosto ou retina. Sempre que possível, ative a autenticação multifator nas suas contas.

Esteja atento à reputação online:

Se o seu blogue é público, considere o impacto potencial do que você está postando. Pergunte-se, esta foto, atualização de status ou artigo no blog constrói uma reputação positiva para o meu filho? Esta informação revela desafios físicos ou mentais que podem ressurgir anos mais tarde quando o meu filho se candidata a um emprego ou faculdade? Tudo o que publicamos online—e tudo o que os outros publicam sobre nós—contribui para a nossa reputação digital permanente.

Não publique fotos de férias antes de retornarem:

Você não quer que ninguém e todos saibam onde você está o tempo todo. Se as pessoas sabem que você está longe de casa, também sabem que sua casa está potencialmente vazia e vulnerável. Em vez de compartilhar fotos de viagem em tempo real, crie um álbum de férias quando você voltar e certifique-se de que ele esteja claramente rotulado como pós-viagem.

Limite os identificadores em fotos ou posts sobre os seus filhos:

Considere o uso de apelidos ou pseudônimos para seus filhos online. Tenha cuidado com o que é visível nas fotos com os seus filhos. Não coloque fotos da sua casa onde o número da casa possa estar visível ou mencione em que bairro você mora. Detalhes específicos como uma placa escolar no fundo podem dar às pessoas uma ideia do paradeiro dos seus filhos.

Evite compartilhar informações sobre a escola do seu filho:

Muitas coisas divertidas acontecem na escola do seu filho—concertos ou dias abertos ou eventos desportivos, e assim por diante. Mas não é uma boa ideia compartilhar o nome da escola do seu filho nas redes sociais ou no seu blog—fazê-lo pode colocar a segurança do seu filho em risco. Se o seu filho tem um uniforme escolar distinto com um logotipo ou emblema reconhecível, pense duas vezes antes de compartilhar fotografias do mesmo.

Evite compartilhar datas de nascimento:

Você pode querer compartilhar fotos do seu filho no seu aniversário, mas tenha cuidado ao compartilhar a data real de nascimento dele. Você compartilhar fotos do aniversário dele, sendo vago e não específico sobre a data. Uma data de nascimento é o tipo de informação que pode ser útil a um criminoso cibernético.

Filtre o conteúdo:

Se os seus filhos são autores de artigos no blog da família, peça-lhes para lhe mostrarem o que estão preparando, antes de publicarem. Discuta potenciais problemas e explique por que determinados conteúdos podem ou não ser apropriados para publicação on-line.

Use um aplicativo de controle de pais:

Os pais que procuram maximizar a segurança de seus filhos online podem considerar o uso de um aplicativo de controle de pais como o Kaspersky Safe Kids —isso permite bloquear o conteúdo adulto, gerenciar o acesso a jogos e aplicativos inapropriados e gerenciar o tempo de tela por dispositivo.

Além disso, o uso de um antivírus de boa qualidade também ajudará a manter você e sua família seguros online. O Kaspersky Total Security funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana, para proteger seus dispositivos e dados, bloqueando ameaças como vírus, malware, ransomware, aplicativos espiões e todos os truques mais recentes de hackers.

Artigos relacionados:

Como criar um blog familiar e dicas de segurança em blogs familiares

Começar um blog familiar pode ser uma ótima maneira das famílias se manterem conectadas. Postagem em blog com crianças, ideias de blogs familiares, como criar um site familiar & blog privado.
Kaspersky Logo