Como garantir sua saúde e segurança trabalhando em casa

O trabalho remoto não é algo anormal; trata-se de uma atividade comum. Veja aqui como garantir sua saúde e segurança enquanto trabalha em casa.

O trabalho remoto não é algo anormal; trata-se de uma atividade comum. Veja aqui como garantir sua saúde e segurança enquanto trabalha em casa.

Nós vivemos em um mundo interconectado, com liberdade e possibilidades. Quando isso funciona, tudo fica mais fácil. Com a tecnologia certa (e segura), nós podemos trabalhar em qualquer lugar. Videoconferências, chats ao vivo, mídias sociais e o bom e velho e-mail nos permitem falar com um colega de equipe que está em casa ou compartilhar relatórios com um parceiro em um fuso horário inverso.

Em tempos de crise, o trabalho remoto torna-se uma necessidade. Estamos vivendo um momento em que as autoridades recomendam que os empregados trabalhem remotamente de suas casas. Se houver restrições de saúde e viagem em sua região, e sua empresa já tiver implementado o acesso seguro à rede corporativa via rede virtual privada (VPN), além de uma política avançada de trabalho flexível, você conseguirá manter a calma e assumir o controle.

O mundo onde se trabalha em qualquer lugar já existe, e nós conhecemos seus benefícios, mesmo enfrentando condições climáticas desfavoráveis e pandemias.

Quando a vida da cidade muda de rumo

Eu moro e trabalho em Londres há duas décadas. Recém-formada, assim como tantos outros jovens que mudam para a cidade grande, eu era fascinada pelo sonho das ruas pavimentadas e cercada de riqueza. E nosso mundo continua ficando cada vez mais urbanizado. Uma pesquisa da ONU sugere que, até 2050, mais de dois terços da população mundial viverão em cidades.

Qualquer morador de Londres dirá que as greves dos trabalhadores do setor de transporte fazem parte do cotidiano, tanto quando o badalar do Big Ben. Até a última hora, é impossível saber que a greve vai acontecer ou que caos diferente virá como resultado; por exemplo, você ficar confinado em um dos icônicos ônibus vermelhos da cidade depois de uma fila de duas horas, com um grito desesperado: “Alguém pode, por favor, abrir uma janela?”

Em um passado tecnologicamente distante (digamos, em 2014), eu trabalhei em uma editora da moda. No centro de minha mesa de vidro, havia um avançadíssimo computador Mac com uma tela enorme. No momento de uma greve inesquecível, isso não foi muito útil. Por quatro dias, eu vesti meus tênis e andei 16 quilômetros para ir e voltar do escritório. Eu me diverti com essa nova mudança de ritmo, descobrindo ruas novas e arquiteturas inesperadas, observando a minha cidade sob uma nova ótica. Mas, para a maioria das pessoas que trabalha em Londres, caminhar e pedalar não é factível. Quatro milhões de pessoas levam mais de duas horas por dia no deslocamento entre suas casas e seu trabalho.

Em casa ou no escritório: a produtividade continua sendo um desafio

Hoje em dia, trabalhando em uma equipe internacional na Kaspersky, eu escolho o melhor horário para ir para o escritório, quando é importante me encontrar frente a frente com as pessoas e quando a conexão com meus colegas e a dinâmica da empresa pode me ajudar.

Mas, quando o transporte público para de funcionar, quando há uma pandemia ou até quando eu me sinto muito bem, sei que posso trabalhar no escritório de casa da mesma forma que na empresa.

E como é possível trabalhar em casa e continuar saudável e produtivo? O mundo está cheio de recomendações sobre como trabalhar em casa com eficiência. Organizar um espaço de trabalho exclusivo, trabalhar em horário regular e prender o gato ou cachorro em outro quarto são ótimas estratégias. Mas pouco se fala da segurança. Veja aqui algumas dicas.

A disciplina anda lado a lado com a falta de disciplina

Minha estratégia para trabalhar em casa é equilibrar a disciplina com o tempo livre. Disciplina para controlar o tempo, cumprir prazos, fazer o que tem de ser feito. A recompensa é um almoço mais longo assistindo aquele episódio via streaming, uma caminhada rápida ou uma visita ao mercado, ou qualquer outra atividade particular e, depois, compensar qualquer atraso.

Aproveitar melhor a vida ‘fora do horário de pico’ na cidade grande mantém minha saúde e minha sanidade sob controle. E, sendo uma profissional da criatividade, a capacidade de divagar é fundamental para identificar oportunidades ou ligar os pontos de uma ideia.

Minha experiência de home office é muito parecida com a desta freelancer; com certeza, eu consigo adaptar uma refeição improvisada em menos de oito minutos com o que tenho na geladeira/freezer. Os Chefs em geral, nunca enaltecem as virtudes da sopa pronta enlatada como ingrediente básico do almoço, mas, acredite em mim, sua versatilidade é infinita.

Para ter diversidade, eu trabalho em qualquer lugar da casa, menos no banheiro. Às vezes, eu perco as fofocas do café do escritório, mas depois certamente saberei de todas. Durante minha primeira iniciativa de trabalhar em casa, em 2010, eu descobri o Twitter, fiz muitos contatos profissionais (e amigos) ali e nunca olhei para trás. Para quem trabalha em equipe, a popularidade de ferramentas para projetos, como o Slack e o Microsoft Teams, é uma inspiração (ou distração) a apenas um clique de distância.

O crescimento e os benefícios do trabalho remoto e flexível

A mobilidade no trabalho é muito mais do que uma moda. A Stanford University descobriu que trabalhadores remotos são 13% mais produtivos que os colegas que trabalham de escritórios. E que o trabalho flexível, em que você tem mais opções de trabalhar no escritório ou em outro lugar, está crescendo, assim como seus benefícios de produtividade.

A Work Foundation estima que, até 2020, 70% das organizações já terão adotado a mobilidade no trabalho. Recentemente, uma pesquisa do HSBC com seus funcionários mostrou que 89% achavam que o trabalho flexível era importante para conseguir produzir mais. E a pesquisa Global Shapers, subsidiada pelo Fórum Econômico Mundial, descobriu que quase uma em cada três pessoas com menos de 30 anos aponta o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal como um fator crítico ao considerar um emprego.

Ainda assim, muitas empresas baseadas em escritórios não conseguem ou não oferecem muitas opções para se trabalhar em casa. No auge da crise de uma pandemia, uma pesquisa da Global Web Index com pessoas do Reino Unido e dos EUA mostrou que apenas 10% estavam sendo incentivadas a trabalhar em casa.

Essas opções não deveriam ser excludentes. Com a opção do trabalho remoto, os funcionários internos ficam mais propensos a produzir mais.

Como assim? Pense em um funcionário ativo da área de vendas, Angela. Ela acabou de voltar de uma conferência nos EUA. Esteve trabalhando por 72 horas, atendendo a possíveis clientes, tentando marcar demonstrações de produtos e escrevendo propostas durante o voo de dez horas para casa.

Ao aterrissar (com atraso), ela está acabada, tanto física quanto mentalmente. Imagine como é para ela ter de acordar cedo e enfrentar o trânsito na hora do rush para despencar em sua mesa… Como será o desempenho de Angela nesse dia?

E se, em vez disso, Angela pudesse dormir até mais tarde e acordar refeita? Ela ligaria o laptop e estaria pronta para começar a vender.

O trabalho remoto ou à distância não são mais algo anormal, mas atividades profissionais habituais. Sua falta pode significar que, quando fatores que vão além de seu controle afetam seus negócios, você fica em desvantagem, muito atrás dos concorrentes cujos funcionários que não estão na linha de frente e do escritório já estão trabalhando em qualquer lugar.

Com a incorporação da cultura de flexibilidade, estar presente e cartão de ponto não são mais considerados fundamentais no sucesso profissional.

Os trabalhadores remotos precisam reforçar a cibersegurança

Se você é empresário ou líder de TI, provavelmente está se perguntando qual o significado da proliferação do trabalho remoto e flexível para a cibersegurança. Do malware e ransomware à descentralização do controle das redes de TI, você precisa tomar algumas medidas para proteger seus negócios.

Também será necessário introduzir o equipamento, treinamento e políticas certas, inclusive iniciativas BYOD (Traga seu próprio dispositivo), para garantir que os funcionários que trabalham em casa façam isso com segurança. Veja aqui mais recomendações de segurança para o trabalho à distância. A leitura do artigo da Kaspersky Trabalho remoto. Sempre seguro. também ajudará a manter seu pessoal satisfeito e sua empresa segura.

PROTEJA SEU AMBIENTE DE TRABALHO REMOTO

Assista a este webinar sobre locais de trabalho remotos e como protegê-los contra ameaças cibernéticas


		
	
ASSISTA AQUI
Artigos sugeridos
Informação do autor

Quer saber mais?

Descubra as novidades sobre tecnologia, liderança e cibersegurança.